Mudança na TSU: contas detalhadas

Tem-se comentado muito por toda a blogosfera, os reais efeitos das mudanças no TSU, o efeito na carga fiscal total e como estas mudanças irão interagir com as novas tabelas de IRS. Para tal fiz umas contas abaixo tentando entender exactamente o efeito para um trabalhador com salário bruto de 1000€, o seu empregador e o total arrecadado pelo estado.

Descrição dos termos:
SB: Salário Bruto
TSUt: TSU paga pelo trabalhador
IRS: IRS (por simplificaçao foi utilizada aqui a taxa de retenção, que não coincidirá exactamente com a taxa efectiva)
SLt: Salário líquido do trabalhador (SB-TSUt-IRS)
TSUc: TSU paga pela empresa
Cc: Custo total da empresa (SB+TSUc)
Estado: Montante fiscal arrecadado pelo estado

Assumo um salário bruto de mil euros para um contribuinte solteiro, sem dependentes.

Cenário 1 – Situação incial

Cenário 2 – após a mudança de há dois dias:

O empregado tem uma perda líquida de 70€, a empresa poupa 57.5€ e a diferença fica com o estado que, note-se, tem uma receita correspondente a 64% do salário líquido do trabalhador.

Cenário 3 – Aqui imaginemos que a empresa recusa a benesse do estado e resolve manter os seus custos totais com o empregado ao nível da situação 1:

Repare-se que, neste caso, a empresa tem exactamente os mesmos custos com o empregado que na situação inicial, mas o empregado apenas recupera metade do que perdeu (35€). Os restantes 35€ ficam com o estado.

Cenário 4 – Tem sido repetido nas caixas de comentários que a nova tabela de IRS poderá vir a eliminar estas perdas. No quadro abaixo desenho exactamente a situação em que uma mudança de IRS fará com que a carga fiscal se mantenha:

Para o cenário de cima acontecer, a taxa de IRS teria que baixar de 10% para 8,8%

Cenário 5 – Mas para tudo ficar exactamente na mesma, teremos que colocar uma situação em que a empresa mantenha os seus custos com o trabalhador (como no cenário 3) mas o empregado mantenha o salário líquido. Esse é o cenário representado abaixo:


Para que este cenário se aplique, a taxa de IRS teria que baixar de 10% para 6,7%.

Cenário 6: regressemos ao cenário 2. Até aqui temos considerado que as receitas do estado correspondem à TSU paga por empregado e empresa mais o IRS. No entanto, a poupança de TSU pela empresa não é rendimento líquido dos privados. Antes de se tornar rendimento líquido dos privados, a empresa pagará IRC sobre esse lucro extra (se tal for o caso) e o accionista pagará IRS sobre os rendimentos de capital. Esse é o cenário apresentado abaixo:

O ganho do estado é efectivamente de 35,5€ e não apenas os 12,5€ estimados inicialmente, porque o estado também irá absorver 40% dos 57.5€ que a empresa poupa com a medida.

Cenário 7: Considerado o efeito em 6, qual seria então a descida de IRS necessário para manter a carga fiscal total? A tabela abaixo apresenta esses valores

Para que se mantenha a mesma carga fiscal a taxa de IRS para alguém que receba 1000€ teria que cair de 10% para 6,5%. Aguardemos então para entender se a nova tabela de IRS ficará perto destes valores. Aceitam-se apostas

6 pensamentos sobre “Mudança na TSU: contas detalhadas

  1. “apostamos na melhor das hipoteses as taxas de retenção ficam na mesma na pior ainda sobem mais”

    As taxas de retenção são relativamente irrelevantes. O que realmente importa são os escalões e as respectivas taxas marginais.

  2. jcfm

    André Azevedo Alves
    sim eu sei isso perfeitamente mas o autor do post esta a falar de taxas de retenção não de taxas de imposto que como deves saber a mais baixa é de 11.5

  3. Carlos Guimarães Pinto

    jcfm, sim, por simplificação utilizei a taxa de retenção o que não é absolutamente correcto, mas torna os cálculos mais fáceis e dá uma imagem aproximada do impacto. O cenário 2, por exemplo, não existe de facto, porque a taxa e retenção já será mais baixa, mesmo que não se toque na tabela de IRS.

  4. Pingback: Qual dos dois é o PM verdadeiro? « O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.