O problema de Passos Coelho

Sócrates fingia que se preocupava (ainda hoje me rio com os apoiantes dele =) ).

Passos é frontal e diz ao que vem.

E os Portugueses não lhe vão perdoar.

PS: Por favor não interpretem este post como se eu fosse a favor de uma subida de impostos, vá…

13 pensamentos sobre “O problema de Passos Coelho

  1. Carlos Duarte

    Caro Ricardo,

    Diz ao que vem uma gaita! É que o que disse na campanha começa a não bater certo com o que faz agora.

  2. ricardo saramago

    Isto nada tem que ver com o controlo do défice, trata-se apenas de mais um teste para o confisco que vem a seguir no Orçamento do Estado.
    O pessoal vai receber menos um ordenado, mas “não houve aumento de impostos”.
    Já o engº dizia estas coisas sem se rir.
    Esgotada a capacidade fiscal e com eleições no ano que vem o défice vai aumentar.

  3. Margarida,
    Fez um comentário no meu blog pessoal, não fez? (sobre o teste de Nolan)
    Já reparou que eu respondi ontem a esse comentário, quando revisitei esse post para rever o teste?
    Já reparou que ontem recebeu 2 visitas do meu blog pessoal a partir desse mesmo post (clicando no seu nome)?
    Já reparou que este post foi feito menos de uma hora depois, quando andava com o cartoon em mente?
    Coincidências?
    Sobre o facto de eu não ter colocado o link no post: se quiser coloco, mas acho que o contexto em que foi usado foi completamente diferente e decidi não referir neste caso. Mas se achar adequado coloco “via Gremlin”.

  4. lucky lucky,
    Ainda esta semana ao conversar com a Otília – uma das maiores adoradoras do Sócrates em Matosinhos – fiquei com a impressão de que o Sócrates fazia tudo e mais alguma coisa para prejudicar o povo e o povo comia porque ele era de esquerda… e porque disfarçava bem e só alguns viam ao que ele vinha (claramente, ela não). Por exemplo, só chamou o FMI quando era absolutamente necessário, pois tentou ao máximo defender a independência nacional face ao grande capital… que é código para: viu a coisa a correr mal e recusou-se a pedir ajuda o máximo de tempo possível afundando o país em dívida ao máximo e levando a que lhe fossem cobrados juros record.
    Um dos problemas do Passos é este. É demasiado óbvio…
    Claro que não estou a ilibá-lo de ter feito inúmeras vezes a promessa de resolver o problema pelo lado da despesa – algo que o PS não fazia e eles tantas vezes criticava – e agora vêm-me e faz isto. Sim, porque isto é um aumento de impostos…

  5. Ora essa, Ricardo: quando disse “feliz” coincidência, não fui irónica. Gostei que tivesse passado no Gremlin e que tivesse aproveitado para trazer qualquer coisa (mas quando escrevi o meu comentário, ainda não tinha dado conta dessas visitas). De resto, como é evidente, eu também “trouxe” o cartoon de algum lado (parece-me que foi do New Yorker); quem me dera ter sido eu a desenhá-lo. Passe lá mais vezes. Tenho uma colecção inspiradora de cartoons e, quase sempre, publico-os com os posts. O Spectator também é uma boa fonte.
    Esqueça lá isso do link para o Gremlin. Esta conversa basta.
    Best regards.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.