Syria, Hayek, and the Puppeteers’ Fatal Conceit

Syria, Hayek, and the Puppeteers’ Fatal Conceit:

The Austrian economist Friedrich Hayek labeled this indefatigable arrogance in the economic realm a “Fatal Conceit,” arguing that “the knowledge of the circumstances of which we must make use never exists in concentrated or integrated form but solely as the dispersed bits of incomplete and frequently contradictory knowledge which all the separate individuals possess.” Or, as Ralph R. Reiland summarized it, ”the flawed concept…that one man or one group, one cabinet of commanding officials or one central committee, or one team of planners from Harvard and Yale, can gather and understand enough information in order to reshape the world around them according to their wishes, reshape human nature, and design” their own outcome.

The fatal conceit of the crafters of foreign policy is that, with their limited knowledge and nearly unlimited power, they can play marionette and pull the strings of the entire Middle East to shape it in their own cruel fashion, without adverse consequences. The history of misbegotten foreign policy schemes in Iraq and Afghanistan, and the covert interventions preceding them that brought so much initial blowback, are enough to prove they still don’t know what they’re talking about in the case of Syria.

Um pensamento sobre “Syria, Hayek, and the Puppeteers’ Fatal Conceit

  1. manuel.ferreira

    ..O LUCRO E O INVESTIMENTO NUNCA DEVEM PAGAR IMPOSTOS………….O ESTADO NÃO TEM O DIREITO…de isentar de impostos os lucros do investimento estrangeiro…e taxar de forma escandalosamente grave os lucros das empresas nacionais…..
    TER LUCRO É BOM…TER LUCRO É CORRETO…TER LUCRO É LOUVÁVEL…
    Só as pessoas e empresas que têm lucro podem poupar e investir…taxar o lucro com impostos é errado , é mau para todos , e é uma injustiça grave…
    Quando as pessoas e as empresas investem o seu lucro…e arriscam perder ou ganhar…podiam não o fazer…ficar paradas…não desenvolver , não criar postos de trabalho , não inovar , não se procuparem…
    O LUCRO DEVE SER TOTALMENTE ISENTO DE IMPOSTOS…tal como o Trabalho, a Poupança , a Produção e o Investimento…
    PARA QUE SE FAÇA UM MINIMO DE JUSTIÇA FISCAL…
    O que deve pagar impostos é o Consumo , a Poluição , e os Vícios…isso sim porque é justo , correto e ético…
    SE ISSO É RECONHECIDO E ACEITE PARA O INVESTIMENTO ESTRANGEIRO …TAMBEM DEVE SER PARA OS NACIONAIS…….
    E também para que todos tenham um mínimo de JUSTIÇA FISCAL…!!!!
    O ESTADO RECEBE O MESMO VALOR…MAS DE FORMA JUSTA…!!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.