O fascismo é como a banha da cobra (2)

Será que o apoquentado João José Cardoso se lembra que os estalinistas chamavam aos trotskistas de “cripto-fascistas”?

Nota: Já agora, é de referir que é uma cretinice fazer um ar de virgem ofendida em defesa das vítimas de regimes ditatoriais como os de Pinochet, quando justamente o que deu origem a esta picardia idiota foi a forma leviana como alguém no 5 Dias minimizou as vítimas dos regimes comunistas no leste europeu. É que no “ranking” da câmara dos horrores, a escala de assasínio e/ou extermínio em massa, na ordem de milhões, nestes últimos, só tem perto a Alemanha Nazi.

6 pensamentos sobre “O fascismo é como a banha da cobra (2)

  1. lucklucky

    Os Fascistas querem controlar menos que os Comunistas logo matam menos.
    Para um Comunista tudo é Política até o café da esquina ou a posse de computador, tudo é para estar sobre controlo do Estado. Logo os Comunistas precisam de matar muito mais. E fazem-no que se acabam a matar uns aos outros muitas vezes.

  2. Pingback: Progressos – Aventar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.