No Fio da Navalha

 

O meu artigo de hoje para o jornal i, sobre a estranha concepção de cultura da ‘elite’ portuguesa.

A cultura virtual

Numa crónica publicada no “Expresso” e intitulada “É a falta de cultura, estúpido”, Clara Ferreira Alves (CFA) conclui que em Portugal apenas uma pequeníssima elite consome cultura. Além de se enganar na idade com que Cunhal traduziu o “Rei Lear” de Shakespeare, CFA disserta sobre a vitória da cultura de massas sobre a referida elite – as massas que assistem impávidas e serenas a programas televisivos como o ‘Eixo do Mal’, onde CFA nos mostra como a sua cultura deu cabo do país.

Uma cultura profundamente redutora, que abrevia o importante unicamente à literatura e à expressão dos sentimentos. A cultura como algo meramente subjectivo, em que a compreensão do comportamento racional é considerada menor. O mal da elite que CFA elogia é o não saber e ter aversão a quem saiba de economia, a ciência que se entrega ao estudo da racionalidade das escolhas humanas, talvez por ser demasiado concreta e objectiva; por não dar azo à imaginação, mas também por não possuir a subjectividade da cultura que CFA define como própria e lhe permite divagar, lhe permite dizer o que está certo e errado, sem se importar com os factos.

Reduzir a cultura apenas a uma sua parte, ignorando o estudo das múltiplas ciências que estudam as decisões económicas dos homens, é não só uma forma de incultura, como explica o nosso atraso perante os povos europeus. Se a economia analisa o concreto, o não querermos fazer contas talvez seja uma maneira de fugirmos da realidade e de vivermos num mundo virtual.

Anúncios

6 thoughts on “No Fio da Navalha

  1. Euro2cent

    > o nosso atraso perante os povos europeus

    Ah, também reza por esta cartilha?

    Sente-se ali ao pé da camarada Clara.

  2. “O mal da elite que CFA elogia é o não saber e ter aversão a quem saiba de economia, a ciência que se entrega ao estudo da racionalidade das escolhas humanas, talvez por ser demasiado concreta e objectiva; por não dar azo à imaginação, mas também por não possuir a subjectividade da cultura que CFA define como própria e lhe permite divagar”

    Bem, eu diria que a economia é das disciplinas que mais dá azo à imaginação e a divagar… Aliás, quando, IRL, eu me ponho “a divagar”, não é raro alguém (nomeadamente se for alguém com formação em Gestão de Empresas ou Contabilidade) comentar “Vê-se logo que és de Economia”.

    O que talvez se passe seja é que, como as pessoas que não percebem de Economia, por definição, não sabem em que é que consiste, julgarão que não dá para “inventar” (para falar a verdade, eu até acho que as ciências com contas até dão mais para “inventar” do que nas chamadas “ciências humanas”, mas já estou “a divagar” face ao ponto central), logo imaginam que seja desinteressante, e nem chegam a conhecer o que é a ciência económica.

  3. jhb

    “…lhe permite dizer o que está certo e errado, sem se importar com os factos.”
    Isto lembra-me muito economista. Especialmente os lá do alto…

  4. 3 – Na verdade, se irmos pelo critério de racionalismo vs. empirismo, eu diria que a Economia é uma ciência essencialmente racionalista (e as tentativas de meter lá empirismo não costumam dar bom resultado), logo é natural que os economistas dêm facilmente a ideia de não se importarem muito com factos

  5. lucklucky

    “…o nosso atraso perante os povos europeus”

    Sabendo que a mundovisão dita “cultural” da Clara vem precisamente do centro da Europa é um pouco estranho esta frase. É um visão europeia que nega a existência de boa parte da da sua própria civilização, nega a cultura económica, como a engenharia, como o mercado. A Clara é só uma cheerleader dessa visão. Uma visão classista e aristocrata – logo odeia contas de merceeiro mas chateia-se quando orçamento da dita “cultura” tem menos, pago com os impostos dos merceeiros – embrulhada em papel de esquerda.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.