Human farming

Via Gustavo Caraça

Anúncios

11 pensamentos sobre “Human farming

  1. José Pedro

    É interessante sem dúvida, faz pensar.
    Mas é um ponto de vista com falhas. Basta ver que hoje em dia ainda existe escravatura e ver as diferenças.
    O que estão à espera? Que ninguém trabalhe?

  2. FilipeBS

    Alternativas? Anarquia pura e’ utopica. Criar-se-iam pequenas mafias, novo pequenos e grandes feudos por todo o lado. E’ da natureza humana controlar e acumular poder…

  3. Ricardo G. Francisco

    Entre a anarquia e o que temos há muito muito cinzento. Só pelo facto de repisar a ideia de que somos donos de nós próprios e dos frutos do nosso trabalho e que o governo nos tira via impostos e à força esses frutos é um video que vale a pena partilhar.

  4. Miguel Noronha

    “E’ da natureza humana controlar e acumular poder…”
    Por isso mesmo não é bom atribuir tanto poder discricionário aos políticos

  5. jhb

    Sem esses impostos “tirados à força” não haveria estradas, portos, aeroportos, tribunais, juízes, polícias, hospitais, escolas, universidades,….

  6. lucklucky

    “Sem esses impostos “tirados à força” não haveria estradas, portos, aeroportos, tribunais, juízes, polícias, hospitais, escolas, universidades,…”

    Onde foi buscar essa ideia? Olhe os fusos horários nos EUA foram definidos pelas companhias de comboio.

    “Creationist groups win Michael Gove’s approval to open free schools”

    É espantoso então que você então não esteja preocupado com os creacionistas tugas. Estão bem representados no Kremlin da 5 de Outubro e nos Governos.
    Aliás a Constituição Portuguesa é uma gritante exemplo de uma Constituição Creacionista: basta imprimir dinheiro ou endividarmos todos em nome de alguns e somos ricos. Deus na Terra.

  7. “Sem esses impostos “tirados à força” não haveria estradas, portos, aeroportos, tribunais, juízes, polícias, hospitais, escolas, universidades,….”

    Quão ignorante de história tem uma pessoa de ser para fazer convicta uma afirmação destas?

  8. jhb

    “Quão ignorante de história tem uma pessoa de ser para fazer convicta uma afirmação destas?”

    Ainda bem que nunca é tarde para começar a aprender… Aqui vai uma pequena amostra do que nos espera
    quando o Estado deixe de garantir a segurança pública (com o dinheiro dos nossos impostos)…

    London 2012: G4S boss Nick Buckles admits to Olympics ‘shambles’

    “The G4S chief executive, Nick Buckles, has told MPs that he regrets ever signing the Olympic security contract that has turned into “a humiliating shambles” that has left his company’s reputation in tatters.

    But Buckles made clear that he is not going to fall on his sword and resign his £830,000-a-year job before the Games are over and astonished MPs by insisting that G4S is not going to waive its £57m “management fee” despite accepting 100% responsibilty for the security debacle.”

    http://www.guardian.co.uk/uk/2012/jul/17/g4s-nick-buckles-shambles?intcmp=239

  9. Ricardo G. Francisco

    JHB,

    Isso é um exemplo do bem que o Estado gere a segurança? Quem atribuiu esses contratos milionários. Foi uma instituição privada?

    Se há uma coisa que não devia ser subcontratada é a segurança pública. E sobre a segurança privada o Estado não devia ter nada a dizer.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.