Geórgia

Sob a batuta de Saakashvili, a Georgia adoptou reformas liberalizantes da sua economia. Simplificou o sistema fiscal reduzindo de 21 para 6 o número total de impostos, adoptando flat rates de 20% e 15% para os impostos sobre o rendimento pessoal e colectivo respectivamente. Definiu um limite constitucional de 30% do PIB para os gastos do estado e 60% para a dívida pública. Iniciou um processo de privatizações e desregulamentação em diversos sectores. Liberalizou o mercado de trabalho por forma a combater o alto desemprego e simplificou a burocracia para criar novas empresas. Em 6 anos passou de 112º para 16º no índice de Ease of doing business.
Com uma inflação de apenas 2%, a economia cresceu mais de 7% em 2011.
A donzela da fotografia é Vera Kobalia, ministra da economia.

Anúncios

37 pensamentos sobre “Geórgia

  1. Por acaso já tinha lido sobre os feitos georgianos via ZeroHedge. Não conhecia é a donzela responsável! 😀
    Não dá para trocar o Gasparzinho? 🙂 Até as conferências de imprensa ganhavam outra cor!

  2. Mas um exemplo a seguir para os Insurgentes: a Geórgia do autoritário Saakashivili, a caminho de uma ditadura. Boa companhia para o Chile de Pinochet, Singapura e a actual China. Tudo países com um “flourishing capitalism”, como deve ser.

  3. Que a sageza evidenciada na escolha da titular da pasta da Economia o ilumine na condução da política externa e não o leve a voltar a envolver-se em aventuras…

  4. Carlos Guimarães Pinto

    Caro Sérgio Lavos, com conhecimento de causa lhe digo: quem dera aos portugueses respirar o ar de liberdade e prosperidade que se respira em Singapura. Só mesmo alguém toldado por preconceitos comunistas é que não entende isso.

  5. Miguel Noronha

    Não percebo porque razão o Sérgio Lavos continua a comenbtar posts sobre temas economicos dada a inexistência de competências curriculares na matéria.

  6. Carlos Guimarães Pinto

    “a actual China” Interessante expressão por ter implícito que houve uma anterior China melhor do que esta. Gostaria de saber que China foi essa que o Sérgio Lavos aparentemente admira. Terá sido a China da revolução cultural?

  7. Não admiro nenhuma das Chinas, como deveria ser evidente. Nem a ditadura comunista, nem a ditadura capitalista. Entre as duas, venha o diabo e escolha.

  8. “liberdade e prosperidade” em Singapura é uma excelente piada. A pena de morte para traficantes e a mais alta taxa de condenados à morte no mundo são uma nota de rodapé, as permissões para ajuntamentos públicos uma brincadeira de crianças, e o regime quase monárquico, hereditário, um pormenor da história. Sem dúvida que se Portugal fosse como Singapura viveríamos todos muito melhor. Até Passos Coelho sabe disso, por isso andava a ler a biografia do actual primeiro-ministro, o terceiro em “apenas” 50 anos. Um exemplo.

  9. José Carlos

    Apenas após uns bons momentos de observar a Senhora Ministra é que lí o texto, reconheço que uma imagem vale mais que mil palavras.
    Ressalvo apenas o pormenor que me “chateia” um pouco de andarem sempre a falar nas elevadas % de crescimento do PIB de países cujo PIB é, no caso, quase 1/20 do nosso…deve ser para impressionar os mais distraídos.
    Quanto ao resto da simplificação fiscal não sei porquê mas tudo o que é bom lá de fora cá nunca se consegue aplicar, não sei porquê, é tão estranho!

  10. ““a actual China” Interessante expressão por ter implícito que houve uma anterior China melhor do que esta. Gostaria de saber que China foi essa que o Sérgio Lavos aparentemente admira. Terá sido a China da revolução cultural?”, Pergunte ao Paulo Portas, ele iniciou uma cooperação política entre o PC chinês e o CDS-PP (aqui);

    “Não percebo porque razão o Sérgio Lavos continua a comenbtar posts sobre temas economicos dada a inexistência de competências curriculares na matéria.” Quais sãos as competências curriculares do Miguel Noronha para comentar seja o que for? Gostaríamos de saber, só para caso de …

  11. A. R

    Chile de Pinochet uma ditadura? Não me faça rir. Pinochet repôs a legalidade constitucional num país devastado por greves contínuas, ocupações selvagens, violações, fome, ameaças de morte de Allende à oposição, destruição da economia que passou de auto-suficiente a importar mais de 90% dos alimentos, piquetes violentos e ocupação e colonização cubana.

  12. Revisionismo, puro e duro: “Chile de Pinochet uma ditadura? Não me faça rir. Pinochet repôs a legalidade constitucional num país devastado por greves contínuas, ocupações selvagens, violações, fome, ameaças de morte de Allende à oposição, destruição da economia que passou de auto-suficiente a importar mais de 90% dos alimentos, piquetes violentos e ocupação e colonização cubana.”

  13. A. R

    Como se pode classificar uma ditadura um regime em que se pode ter, vender, comprar, criar, trabalhar, sair do país, entrar, ler o que se quiser, ouvir as emissoras que se quiser, ter fotocopiadoras, ter parabólica, ter a propriedade protegida e haver lei e ordem?

  14. Ainda a respeito de Pinochet ter reposto a “legalidade constitucional” – atendendo que, de 12/09/1973 para a frente, a Constituição chilena até então existente nunca mais voltou a vigorar no Chile, como é que ele repôs a legalidade constitucional?

  15. Joaquim Amado Lopes

    José Carlos (19),
    “Ressalvo apenas o pormenor que me “chateia” um pouco de andarem sempre a falar nas elevadas % de crescimento do PIB de países cujo PIB é, no caso, quase 1/20 do nosso…deve ser para impressionar os mais distraídos.”
    Segundo https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/, os valores do PIB são de 24,51 (Georgia) e 246,9 (Portugal), valores estimados para 2011 em milhares de milhões de USD, e a população de Portugal é quase 2,4 vezes a da Georgia.
    Tem outros valores ou faz as contas de dividir de forma diferente da que é ensinada às crianças com menos de 10 anos?

  16. Jaques Towakí

    “Nem a ditadura comunista, nem a ditadura capitalista. Entre as duas, venha o diabo e escolha.”

    Eu jamais defenderei qualquer ditadura, como, julgo eu, qualquer insurgente que eu tenha conhecido aqui…contudo basta comparar o Pinochet com Pol Pot…nem é preciso ir mais longe para ver qual é que “o diabo” pode levar! Para quê falar de Estaline, Mao, os Kims, o regime do Vietname, Fidel ou o mais fotogénico desses gajos todos…o Che! Nem começemos os “nacionais socialistas”: Hitler, Mussolini, etc. Enfim, um conjunto de iluminados que sabiam mais do que os restantes mortais…algo verdade pelo menos no que toca às artes sanguinárias…

    O capitalismo não é ditadura nem pode ser uma vez que se baseia na destruição criativa (ao contrário da destruição sistemática) e na fragmentação do poder através da livre concorrência de indivíduos e empresas. O capitalismo não se coaduna com qualquer forma de ditadura, uma vez que necessita a liberdade para florescer quer no campo das ideias (novos produtos e serviços) quer no campo da produção e distribuição. A sua força laboral tem que ser livre para poder escolher onde trabalhar e em que condições ou se quer trabalhar por sua própria conta ou se quer tomar a iniciativa de empreender. O governo existe para estabelecer regras básicas, mediar conflitos e proteger os direitos dos cidadãos, nomeadamente a sua propriedade.

    O corporativismo ou “crony capitalism” já é outra história uma vez que os “capitalistas” corrompem os governantes, que se deixam corromper ou talvez até pedem para ser corrompidos, para que estes possam utilizar a única ferramenta que um governo detém exclusivamente e que nenhuma empresa ou outro privado pode ter: a força–a força legislativa, fiscal, executiva/policial e punitativa (multas, prisão e até a morte). Mas corporativismo é tanto capitalismo como o dia é a noite…

    Quanto à Geórgia, ainda bem que estão no caminho na prosperidade! Pela minha parte, eu ficaria contente que aprendessemos com Botswana, o país com a taxa de crescimento económico mais elevado no mundo ao longo dos últimos QUARENTA anos! Em 1965 era o 3º país mais pobre no mundo, hoje situa-se a um nível de rendimento próximo da GRÉCIA (mas com um trajectório positivo projectado…ao contrário da Grécia…). Um país que é 80% deserto…não a desertificar-se, mas deserto mesmo…numa zona do mundo onde é mais fácil encontrar um “basket case” do que um “basket of hope.”

    Quem queira saber mais: http://www.youtube.com/watch?v=7071wstBp1k (PF: enviem este vídeo a algum ministro…um qualquer…um qualquer responsável!)

    Talvez outros comentadores deste poste prefiram viver num país vizinho do Botswana onde a liberdade económica é coisa do passado e o governo resolve todos os problemas da sua população: o Zimbabwe! (O vídeo retrata e contrasta os dois países…vale a pena ver!)

  17. lucklucky

    “Nem a ditadura comunista, nem a ditadura capitalista. Entre as duas, venha o diabo e escolha.”

    Ou seja não percebe a diferença entre autoritarismo e totalitarismo.

  18. Bst

    A Georgia é o pais nº 1 na lista de literacia (100%) a nível mundial…
    Quanto a Portugal está abaixo da Venezuela (e o Brasil, que nos quer impor um acordo ortográfico, está par a par do Lesotho e bem abaixo do Zimbabué…)

  19. TLD

    Já agora, seria interessante que mencionassem outros países com elevadas taxas de crescimento como a Rússia, Bielorússia ou a Argentina. Afinal de contas há outras maneiras para fazer crescer as economias.

  20. António

    Jaques,

    Excelente post.

    Infelizmente o “capitalismo não autoritário e não corporativista” quase não existe. Hoje pura e simplesmente não existe. E mesmo no inicio do séc XX no EUA, com pouca regulamentação a todos os níveis, já havia muito corporativismo, corrupção entre empresas privadas e contractos públicos, etc. Já para não falar e imensos lobbies e cartéis, que se formam se não forem impedidos, já para não falar da redução do individuo a uma maquina escrava, já para não falar dos crash nas bolsas…

    O capitalismo ideal, como o liberalismo ideal, como o comunismo ideal são muito bonitos, mas na pratica, as variações são muito mais de grau que de espécie.

  21. Há não muitos anos tivemos cá em Portugal um ex-ministro da Geórgia a trabalhar em Portugal nas obras. Agora pelos vistos precisávamos novamente cá era de uma certa ministra a gerir o ministério das finanças.

    E enviaríamos com todo gosto alguns dos nossos para trabalharem nas obras. Aprenderem o que é o trabalho e a vida dura.

  22. Jaques Towakí

    António,

    Muito obrigado. Não é por nada que o Adam Smith alertou-nos para a tendência dos capitalistas subverterem e corromperem o capitalismo…é assim a natureza humana e daí o ideal não ser alcansável, afinal de contas somos de carne e osso e não ideais…podemos TER ideais, mas ser ideais ficará para outro plano…esse também ideal. Isto é, agora somos aristotélicos e um dia, daqui a MUITO tempo esperemos nós, poderemos então vir (ou voltar) a ser platónicos! 🙂

    Mas comédias filosóficas à parte, talvez a forma mais pura de capitalismo existente hoje existe no mundo do microcrédito do Muhammed Yunnus e outros imitadores que está gradualmente a levantar famílias da extrema pobreza e dar-lhes alguma dignidade! Pedem dinheiro emprestado, investem-no, repagam os créditos, crescem e o ciclo repete-se. Capitalismo puro e duro. Por vezes, pensa-se que o capitalismo é apenas o que acontece no Wall Street…mas o capitalismo, na minha modesta opinião é isto! Emprega-se capital, obtem-se um retorno e assim sucessivamente.

    Quanto à redução do indivíduo a “uma máquina escrava”, também tenho dito que qualquer tarefa que possa ser executada por um animal ou máquina é indigna para um ser humano, uma vez que o ser humano tem algo que nenhum animal tem, nem nenhuma máquina (por enquanto). A mente humana é a única vantagem competitiva que o Homem tem face aos outros animais! A questão é do ser humano utilizar a sua mente ao máximo, da mesma forma que qualquer outro animal utiliza a sua vantagem competitiva ao máximo, para que ninguém volte a ser escravo de mais ninguém!

    Podemos não atingir a liberdade ideal, mas devemo-nos esforçar para ir nesse sentido!…digo eu…

  23. Sobre o advento do microcrédito e “Why Doesn’t Microfinance Work? The Destructive Rise of Local Neoliberalism”, ler este texto (e as suas referências): .

  24. “Não é por nada que o Adam Smith alertou-nos para a tendência dos capitalistas subverterem e corromperem o capitalismo…”

    Os Capitalistas são Comunistas que querem que o Estado seja a sua Empresa?

  25. Jaques Towakí

    lucklucky,

    Não creio que seja bem isso. Li recentemente que o sucesso torna alguns empreendedores mais avessos ao risco. Parece-me que então é mais uma questão de se procurar alguma proteção contra o risco e contra novos concorrentes. E como há dinheiro que chegue para comprar essa proteção e que esteja disposto a vender-la…Mas isto quebra o ciclo de destruição criativa e inovação e rouba os incentivos aos empreendedores montando-lhes barreiras enormes (ou até impossíveis à entrada).

    Quanto ao microcédito (31/32): “os estados que assumam as suas responsabilidades perante as suas populações”. Porque é que um estado havia de ser responsável por uma população e a população não pode ser responsável por si mesma? Quando era menino, o meu pai assumiu o seu papel de responsável por mim, e fê-lo com grande dignidade e mérito e deu-me muitos bons exemplos para seguir; por isso terá sempre o meu respeito e amor. Mas chegou o dia em que eu já não quis que cuidasse de mim, e em que eu quis ser responsável por mim próprio e por os meus filhos. Eu não quero que o estado seja nem responsável por mim, nem por os meus filhos!

    Enquanto eu vivi em casa do meu pai, tive que seguir as suas regras; quando mudei para a minha pude criar as minhas próprias regras…a responsabilidade confere liberdade e a liberdade exige responsabilidade. Chego a não saber o que determinados sectores políticos temem mais: a responsabilidade (para as populações gerirem as suas próprias vidas) ou da liberdade (que até advogam…logo que não acarrete responsabilidade…é que essa parte é chata e é melhor deixar com eles…..os iluminados!).

  26. manuel.ferreira

    .SÓ UMA ESTRATÉGIA COMPLETA…EQUILIBRADA…E ROBUSTA , pode conduzir o País ao caminho do Progresso das pessoas , das famílias e das empresas…
    O TRABALHO NÃO DEVE PAGAR QUALQUER IMPOSTO…!!!
    Quem trabalha ,( e produz riqueza ) , trabalha para si , para a sua família , para a sua empresa , para o seu município , para o seu País…
    MERECE UM INCENTIVO…MERECE UM LOUVOR…MERECE UM PRÉMIO…e nunca um imposto…e mais grave ainda um imposto progressivo…quanto mais trabalha mais paga…
    É UMA GRAVE INJUSTIÇA COBRAR IMPOSTO SOBRE O TRABALHO…
    E um dos maiores erros da nossa sociedade…sendo urgente corrigir tal erro que é de uma injustiça COLOSSAL…
    O Estado só deve cobrar impostos JUSTOS…sobre o Consumo , a Poluição e os Vícios…e todos os outros impostos devem ser ABOLIDOS…
    A redistribuição dos rendimentos deve ser feita apenas no investimento do Estado…e nunca na cobrança dos impostos…
    Os impostos injustos sobre o TRABALHO devem ser PROÍBIDOS imediatamente…para que haja um mínimo de JUSTIÇA FISCAL…

  27. manuel.ferreira

    NOVO… CODIGO TRIBUTÁRIO NACIONAL…CTN……VAMOS SER RAPIDOS E DIRETOS…
    É ABSOLUTAMENTE NECESSARIO…
    UMA REFORMA FISCAL E TRIBUTARIA…IMEDIATA E URGENTE…….. … ISSO É QUE É SER INOVADOR…MODERNO …DIFERENTE…E MELHOR…
    I.V.A. — Imposto sobre o Valor Acrescentado … ( imposto sobre o consumo ).
    I.P.P. — Imposto Poluidor Pagador … ( imposto sobre a poluição ).
    I.J.A.T. — Imposto sobre Jogo , Alcool , Tabaco … ( imposto sobre os vícios ).
    I.S.I. — Imposto sobre as Importações … ( imposto sobre produtos importados ).
    ESTES SÃO OS UNICOS IMPOSTOS JUSTOS QUE DEVEM EXISTIR…
    AGORA VEM A LISTA DOS IMPOSTOS …
    ……… QUE DEVEM SER IMEDIATAMENTE ABOLIDOS…E SER ATÉ CRIMINALIZADOS…
    Imposto sobre o trabalho—–NUNCA DEVIA TER EXISTIDO…
    Imposto sobre a produção—–INADMISSIVEL…
    Imposto sobre a poupança—–INCOMPREENSÍVEL…
    Imposto sobre o investimento—–INTOLERÁVEL…
    É ESTA COLOSSAL INJUSTIÇA FISCAL…que deve ser corrigida urgentemente…
    É ESTE ESTADO CEGO SURDO E MUDO…que deve ser reinventado novamente…
    É ESTA FILOSOFIA FISCAL…que deve ser melhor , diferente , e mais humana…
    O ESTADO RECEBE EXATAMENTE O MESMO VALOR…MAS SÓ DE FORMA JUSTA…!!!

  28. manuel.ferreira

    QUEM TEM A CORAGEM E A SABEDORIA …
    ARTIGO 170
    A ORDEM ECONOMICA, FUNDADA NA VALORIZAÇÃO DO TRABALHO HUMANO E NA LIVRE INICIATIVA, TEM POR FIM ASSEGURAR A TODOS EXISTÊNCIA DIGNA, CONFORME OS DITAMES DA JUSTIÇA SOCIAL…
    ARTIGO 193
    A ORDEM SOCIAL TEM COMO BASE O PRIMADO DO TRABALHO E COMO OBJETIVO A JUSTIÇA SOCIAL…
    ISTO É A CONSTITUIÇÃO…( CRFB/88 )
    ENTÃO…
    DEVE SER PROIBIDO E CRIMINALIZADO…
    PAGAR IMPOSTOS SOBRE… O TRABALHO…A PRODUÇÃO…A POUPANÇA…..O INVESTIMENTO
    SÓ DEVEM EXISTIR IMPOSTOS SOBRE…O CONSUMO…A POLUIÇÃO…OS VÍCIOS…AS IMPORTAÇÕES…
    PARA QUE SE FAÇA…JUSTIÇA FISCAL…!!!
    1. Vamos ver quem é o candidato a PERFEITO que tem a coragem e a virtude de propor aos seus eleitores que durante o seu mandato vai BAIXAR as alíquotas do I.T.B.I. do I.S.S. e do I.P.T.U. 10% ao ano…todos os anos…para que os cidadãos paguem MUITO MENOS…e o “estado” seja um pouco menor…!!!
    2. Vamos ver quem tem a Virtude e a Coragem de protocolar TODAS as Escolas Municipais com cooperativas de Professores que nelas já trabalham…e todas as Unidades de Saude Municipais com cooperativas de Medicos que nelas já trabalham…BENEFICIANDO TODOS OS CIDADÃOS…e diminuindo o numero de funcionários públicos ….!!!
    3. VAMOS VER QUEM TEM A CORAGEM E A VIRTUDE…!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.