Uma Baixa Proposta (2)

Não é que concorde com tudo, mas este artigo do Fernando Alvim toca num tema sobre o qual já me pronunciei e que me é muito querido. Nasci no Porto, cresci no Porto, vivi no Porto até há pouco tempo e por lá hei-de perecer. Quem conhece a noite do Porto, a sua magia, saberá apreciar devidamente este texto do qual deixo um excerto:

E se repararem bem, são sempre os mais velhos que nos dizem para nos divertirmos em qualquer situação. Se dizemos que vamos viajar, lá nos dizem: diverte-te. Se vamos a um casamento: diverte-te. Se vamos a um funeral: diverte-te. E isto, porque eles sabem. Eles perceberam que a vida sem diversão não faz sentido. E uma cidade também não. Uma cidade sem diversão é uma cidade morta e quando surge uma lei – e surgiu – que obriga os bares do Porto a fecharem às 2 da manhã e as discotecas às 4, é isso que querem: matá-la.

11 pensamentos sobre “Uma Baixa Proposta (2)

  1. José

    Mas o Porto não é a cidade de matriz norte europeia, quase calvinista, tão ao gosto dos “Insurgentes”, onde se idolatra o trabalho pelo trabalho e se adoram os negócios pelos negócios? Que tem a ver com isto a vida nocturna? Isso é próprio da malandragem moura do Sul, funcionários públicos que vivem à custa do erário público, e não das gentes laboriosas e honradas do Porto! Juízo, portanto, ó “Insurgentes”, que isso não é digno de vós! Trabalho é diversão e diversão é trabalho!

  2. Luís Lavoura

    Dei-me ao trabalho de ler o artigo do sr Alvim e achei aquilo uma total imbecilidade. Como se alguma vez pessoas a beber na rua falando alto, cantando e rindo, pudessem ser insonorizadas e deixar de incomodar os moradores que, legitimamente, querem dormir a essas horas.

  3. Cfe

    Pois… Os mais velhos que conheço dizem “diverte-te” mas tambem dizem ” tenha juízo”. Se calhar porque sabem que sem um equilíbrio dos dois não se consegue chegar a velho.

    Eu queria ver se uma discoteca ou bar fosse se instalar a sua porta e não o deixasse dormir, o que diria.

  4. Ricardo Lima

    Cfe, entre outros, os bares e as discotecas da Baixa estão todos – pelo menos o que conheço – isolados. E não são os cafés e os kebabs que fazem barulho. Os próprios moradores afirmaram, na reúnião que foi promovida com os mesmos e com os bares, que o problema está NA RUA. Não tem anda a ver os com as Discotecas. Eles próprios dizem que não ouvem som daí.

  5. Cfe

    Ricardo, eu morei muitos anos numa rua que dá acesso ao Budha, (julgo que mudou de nome) na Póvoa de Varzim, o burburinho que acontecia nas ruas adjacentes era muito chato. O espetáculo degradante, as 7 ou 8 da manhã, com os frequentadores subindo a rua aos trancos era constante.

  6. ulaikamor

    “e quando surge uma lei – e surgiu – que obriga os bares do Porto a fecharem às 2 da manhã e as discotecas às 4, é isso que querem: matá-la.”

    Acordem mais cedo, vão trabalhar mais cedo, saiam do trabalho mais cedo, assim a diversão começa mais cedo e a quantidade de diversão continua a ser a mesma que anteriormente…

  7. Luís Lavoura

    “o problema está NA RUA”

    Pois, mas as pessoas estão a fazer barulho naquela rua precisamente porque têm nela bares onde comprar álcool e discotecas onde ouvir música. Fechem os bares e as discotecas e as pessoas deixarão de estar a fazer barulho naquela rua, que é precisamente o que se pretende.

  8. PedroS

    A minha pergunta vai ser muito ignorante, porque nunca fui uma “criatura da noite” nem vivi em zonas de vida nocturna agitada, mas quais são os horários de funcionamento desses estabelecimentos em Lisboa ou Coimbra?

    PS: Estando o problema na rua, não é atribuição (também) da PSP a manutenção da ordem pública?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.