Doce trabalhador

Em post anterior escrevi:

Como o Hélder, também eu fiz uma micro-sondagem e confirmei o enorme contentamento de quem, nesse dia, trabalhou bem mais intensamente que o habitual.

E, via o insurgente AA,  encontrei no Facebook o comentário de outro trabalhador do Pingo Doce (meus destaques):

Críticas e mais críticas é dor de cotovelo de não estar num grupo desta dimensão a trabalhar, num país e empresas que rouba tudo ao empregado.
O Sr. Que trabalha de sol a sol não foi trabalhar, então porque se queixa? Não tinha € porque o seu patrão não pagou? Não teve tempo de ir as compras ou costuma ir a concorrência? Dai a sua queixa só pode. É o dia do trabalhador ta certo, mas eu vou gozar esse dia na mesma, mas em outro dia vai dar ao mesmo, mas já tenho no bolso 3 dias.

(…)

Foi muita confusão mesmo, mas senti um bem-estar interior em ver a loja repleta de pessoas e ver a sua alegria a fazer compras, comprar coisas que muitas pessoas não podiam num dia normal sem descontos. Bolachas, bacalhau, carne etc..
Aqui fica um exemplo do que o Grupo Jerónimo Martins deu aos clientes e muitos devem ter entrado a primeira vez ontem, mas talvez voltem e abram os olhos.

Pelas palavras deste Adriano Pinto (e de muitos outros trabalhadores do PD que se vão entretanto descobrindo) a empresa de Alexandre Soares dos Santos tem um bom futuro pela frente.

6 pensamentos sobre “Doce trabalhador

  1. Ramone

    “Como o Hélder, também eu fiz uma micro-sondagem e confirmei o enorme contentamento de quem, nesse dia, trabalhou bem mais intensamente que o habitual.”

    Na URSS, nos tempos do Pai do Povo, se fizesse lá uma micro-sondagem num qualquer dia também verificaria o enorme contentamento dos trabalhadores. E não faltariam também trabalhadores que voluntariamente ditariam para o Pravda quão excelso era o Pai do Povo.

  2. mau

    A adesão foi grade? foi.
    As familias estavam juntas e felizes a comprar?
    sim.
    E porquê? Porque era feriado.

    O trabalhadores estavam felizes porque receberam a 400% (300% + 1 dia)? sim.
    E porquê? Porque a constituição garante 200%, porque na maioria dos locais onde se trabalha nos feriados, a luta dos trabalhadores já conseguiu 300% (desconfio que seja o caso do PD) e porque se alguns trabalhadores não tivessem ameaçado com greve o PD não tinha aumentado para 400%.

    Lá fora também há promoções que geram tamanha confusão? sim.
    São promoções de bens essenciais? não.

    É a mesma coisa? não.
    Se se querem submeter a tal situação pessoas de livre vontade porque querem ter o último modelo de telemóvel, tudo bem , mas uma sociedade que obriga as famílias a fazer o mesmo para adquirir bens de primeira necessidade, é grave. Em nenhum dos casos é um cenário edificante.

    Querem ver pessoas a fazer fila desde as 4 da manhã para obter bens de primeira necessidade, procurem centros de saúde, pelo menos já foi assim. Não havia muita felicidade.

    “É inveja”
    Foi promovida aqui pelo blogue a ideia de que quem está contra é porque tem inveja, ou dos trabalhadores ou de quem foi às compras. Usando a mesma lógica, sempre que alguém aqui neste blog se manifesta contra o casamento homossexual, posso concluir que é inveja?

    O insurgente teve um aumento de tráfego? sim
    Que dizer que o conteúdo é de qualidade? não.
    E porquê?
    Porque se fosse assim este era um dos melhores vídeos alguma vez feitos.

  3. “Na URSS, nos tempos do Pai do Povo, se fizesse lá uma micro-sondagem num qualquer dia também verificaria o enorme contentamento dos trabalhadores.”

    Hmmm… interessante comparação! Pensou nessa analogia porque na URSS todos os dias havia filas à porta das lojas?

  4. Ramone

    Sim, pensei na comparação. Você é que talvez não pensou em perguntar-se qual a disposição geral da empresa para com funcionários que a critiquem publicamente – é que sem esta informação valem de pouco as microsondagens.

  5. Pingback: Promoção 1º de Maio (2012) | O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.