Rescaldo do Dia do Consumidor

Jogou o CESP: para garantir o feriado, marcou Greve.

Depois Jogou a JM: Não só abrem, como abrem com 50% (!) de desconto!

Depois responderam os Consumidores: acorreram em massa.

Por fim, lamentaram-se os Sindicatos, destituídos do “banho de multidão habitual”.

Sobretudo, ganharam os Consumidores. Até ao fim.

Vencedores:
Produtores vão vender mais ao Pingo Doce nos próximos dias
Consumidores compraram mais por menos de bens que precisavam
Funcionários ganharam o triplo do que ganhariam num dia normal (mais um dia de folga) – Fonte insuspeita
Patrão perdeu dinheiro, mas vai recuperá-lo: no fundo foi um investimento em Marketing

Derrotados:
Concorrência – para vender pouco e pagar extra aos funcionários… vale a pena?
Manifestantes – saiu caro este ano ir à manif…

Algumas notas:
– Fico feliz por, pela 1ª vez em Portugal a prepotência sindical ter sofrido uma derrota clara e em toda a linha;
– Artigos como este do Esquerda.net, também foram cómicos. Repare-se:
“Perante o protesto e ameaça de greve dos trabalhadores” – Protesto? Onde? Quando? Não soube desses protestos…
“que perderam um dos dias de descanso que tinham por garantido” – Garantidos? Em 2012? Depois da crise que vocês ajudaram a criar?
“o grupo Jerónimo Martins aproveitou a crise social que assola o país” – Que já agora foram eles que criaram, querem ver…
“numa manobra populista” – Ah, o populismo. Algo que por aqueles lados de onde vêm estas linhas nunca se vê…
“dividir consumidores e trabalhadores” – Consumidores que, eles próprios, também deverão ser trabalhadores, diga-se.
“afrontar os direitos dos trabalhadores.” – Pagando apenas o dobro. Sovinas.

“As filas de espera que marcaram o dia, com dezenas de pessoas a queixarem-se de não serem atendidas” – Ver link da RTP.
“foram rapidamente invadidas por pequenos comerciantes que, ironicamente, vêm as suas margens esmagadas pelo mesmo grupo de distribuição ao qual ocorreram hoje para encher a sua mercearia ou pequena loja” – Ao menos compraram a baixo custo para vender mais tarde a clientes de proximidade.

“O sindicato do Comércio acusou hoje o grupo Jerónimo Martins de “dumping”, vendendo abaixo do preço de custo para esmagar a concorrência. Lembrando que esta prática é ilegal em Portugal, para proteger a concorrência e os trabalhadores, o sindicato responsabiliza o Governo e a ASAE por não fiscalizarem um caso de evidente ilegaliidade.” – Vender a baixo preço? Prisão já com eles!
Interrogo-me se o povo ao acorrer como acorreu em massa não mostrou quão “out of touch” estes esquerdas não estão…

Outros artigos: Doce Dumping, Promoção de 1º de Maio esmaga Boicote, Hoje não há “inocentes”, Dumping, Dumping2

Como o dia foi positivo, deixo-vos com algumas imagens humorísticas do Facebook:

4 pensamentos sobre “Rescaldo do Dia do Consumidor

  1. ” 1ª vez em Portugal a prepotência sindical ter sofrido uma derrota clara e em toda a linha”

    Mas, para aí nos últimos 30 anos, os sindicatos alguma vez ganharam alguma coisa (os protestos contra a avaliação dos professores não contam, já que ao principio até foram feitos com a oposição dos sindicatos)?

  2. p D s

    Em Africa, quando chega o camião da ONU, com um desconto de 100%, o povo tambem adere em massa!
    Lá até pode ser num dia qualquer, pois não sabem o que é o “1º de Maio”.

    Alegre-se, porque cada vez tamos mais perto …

  3. Pingback: Promoção 1º de Maio (2012) | O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.