Do Prós e Contras

1 – Hoje com o Ricardo Arroja e o André Abrantes do Amaral, já começou e promete. Não fosse a iliteracia da Sra D Fátima e o Ricardo começou por (bem) tentar centrar a discussão e fazer perceber que o Estado Social pode ser muitas coisas;

2-Humm, este diz que o consumismo vai fazer baixar a esperança de vida. Quando consumirmos como em 1900, ou no Século XV recuperaremos a fantástica esperança média de vida dessa altura;

3-“Paradigmático”. Ainda não foi “paradigma” mas é melhor que nada. E foi rápido, logo ao terceiro interveniente;

4 – Como é que se veste um blazer por cima de uma sweat de capuz por cima de uma camisa?;

5 – Bem o André (mas não disseste paradigma pá);

6 – O que este diz fica para memória futura. Já agora, como é que com 1 reformado por cada 1,7 activos se pagam as reformas?

7 – “…vivemos num momento histórico…” não é ainda “mudança de paradigma”, mas quase;

8 – “Ninguém diria que isto iria acontecer”. Ora essa Sra D Fátima, é bem feito por não ler O Insurgente, evitava a surpresa;

9 – Paradigma!!!!

10 – Outra vez este. Julga que se há desigualdade é porque há dinheiro. A aritmética cria dificuldades às pessoas. Rais parta a tabuada;

11 – Alguém que tire a camisa de ganga a este gajo. Há que lutar contra a propriedade privada;

12 – Aposta: este gajo (o da camisa de ganga por baixo do blazer) é sociólogo ou antropólogo e anda pelo CES;

13 – Na segunda parte do Prós & Contras alguém tem que falar do “Portugal positivo” senão arruino-me;

 

Anúncios

7 pensamentos sobre “Do Prós e Contras

  1. Rod Silva

    Fica-me a sensação de que os individuos que foram defender o Estado Social estão manifestamente mal preparados. Até agora apreciei bastante o “…Não há dinheiro ? Em Portugal não há mas a Europa deve ser solidária !

  2. Carlos Pinheiro

    Com a vossa chamada de atenção pensei que o programa de hoje fosse diferente da miséria habitual. Mas agora que acabou a primeira parte confirmei que a milionária que orienta e dirige aquilo, faz o que lhe apetece, tira a palavra a quem está a alinhavar ideias e passa à frente para logo voltar a fazer o mesmo. Só me admiro é como aquilo tem audiência e como é que pessoas que sabem o dizem, mas não têm tempo para dizer, porque lhes cortam a palavra e a ideia, ainda ali vão.
    Uma coisa que pderia ser muito boa, afinal não é nada disso. É uma tristeza.

  3. Miguel Noronha

    Aquele barbudo com olhos esbugalhado que olhava fixamente para o André enquanto ele falava é assustador!

  4. Ricardo Campelo de Magalhães

    Eu, para não ter a palavra cortada, se lá fosse era só para dizer sound bytes =)

  5. É bem pensado, o S.I.I. (Serviço de Informações Insurgente ou Aufständische Intelligence Service e tem um curioso acrónimo) tem que começar a organizar seminários internos acerca do assunto 🙂

  6. Economista

    Me penitencio por meter a foice em seara alheia . Mas arriscaria a ousadia de à guisa de “sondagem” prognosticar que aqueles 3 “desengravatados” são a amostra perfeita do Portugal do pòs-25 de Abril . Se não são , peço (respeitosamente) imensas desculpas .
    P.S.
    Na actual conjuntura fiscal vulgo terrorismo fiscal , dizer que se tem orgulho em pagar impostos nesta Ditadura Fiscal (isto para quem defende uma democracia ultra /socio/ liberal… ) é seguramente de quem não tem certificado de sanidade mental …

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.