Há Preguiçosos, há muito preguiçosos, há comunistas, … e depois há este senhor

Unemployed man cuts off foot to continue claiming jobless benefits – only to discover he is still eligible for work.

Um excerpto:

A scrounger who almost died after cutting his own foot off so he could stay on jobless benefits.

Long term unemployed Hans Url, 56, had just been told his hand-outs would stop if he did not accept work found for him by job centre staff. And when his claims that he was too sick and did not like the work were challenged with the offer of a medical, he took drastic measures.

Url, of Mitterlabill, southern Austria, rigged up a mitre saw and sliced off his foot – then put it in the oven for good measure to ensure no surgeon could reattach it.

The police added that the man had almost died from loss of blood before the emergency services arrived and that they had recovered the foot from the oven – but that it had been too badly burned to reattach.

Citado por Dan Mitchell.

12 thoughts on “Há Preguiçosos, há muito preguiçosos, há comunistas, … e depois há este senhor

  1. Zebedeu Flautista

    Essa dos comunistas entre os muito preguiçosos e os retardados mentais alérgicos a vergar a mola parece-me um bocado descabida. Soa às patetices dos mesmos comunas de acusar de porcos exploradores ou lacaios do grande capital todos que não comunguem da cartilha marxista.

  2. Joaquim Amado Lopes

    Ricardo, tenho que concordar com o Zebedeu Flautista.

    Na minha opinião, a apologia que PCP e satélites (CGTP, p.e.) fazem dos direitos sem deveres é acéfala mas colocar comunistas entre “muito preguiçosos” e “retardados mentais alérgicos a vergar a mola” (muito bem descrito, Zebedeu) não faz qualquer sentido. Até porque, das muitas imagens que os comunistas NÃO despertam, uma é de certeza a de serem “para além dos muito preguiçosos”.

  3. GriP, grande comentário.

    Zebedeu,
    Se os trabalhadores trabalhassem, se esforçassem e pagassem bem mais do que o seu salário, eram os patrões a oferecer-se para duplicar o salário para não o deixar sair.
    Pense bem e diga-me se o PCP não serve mas é para defender os direitos de quem não dá rentabilidade à empresa para manter/subir o seu salário…

  4. Vítor

    Os comunistas são tão preguiçosos e pouco produtivos que os únicos prémios nobel que tivemos, um era anarquista e o outro era estalinista. Eu digo isto e não sou marxista. Apenas acho que este post é um rótulo imbecil como daquelas pessoas que acham que os japoneses usam kimonos a toda a hora.

  5. Ainda o ponto 5, mais dois apontamentos:

    – se o trabalhador estiver numa situação em que haja um tecto objectivo à sua produtividade (p.ex., uma caixa de hipermercado não pode atender mais pessoas do que aqueles que lhe aparecem à frente), não me parece que esse raciocínio se aplique (afinal, mesmo que o trabalhador queira, como é que ele duplica a sua produtividade?)

    – se assumirmos que uma pessoa cria uma empresa pelo desejo de se sentir importante e poderoso (e há quem defende que esse género de incentivos não-materiais tem influência na decisão de criar uma empresa), será que todo esse modelo faz sentido, ou será que, além de trabalhadores produtivos, os empresários quererão também que os trabalhadores sejam disciplinados (mesmo em questões em que a disciplina não afecte directamente a produtividade), respeitadores, com um comportamento social aceitável, etc, etc.?

  6. A. R

    Estão aqui talvez a ligar o comunismo à preguiça mas não sei … parece mais ligá-lo ao trucidamento de 175 milhões de pessoas. A serra era usada nos Gulags para grotescas experiências com o cérebro dos prisioneiros.

  7. neotonto

    Apenas acho que este post é um rótulo imbecil como daquelas pessoas que acham que os japoneses usam kimonos a toda a hora.
    ..
    O que ai as vezes e o que há. Falar por falar.
    Esta panda de preguiçosos (glup) digo de trabalhadores nem sirquer se deu o trabalhinho de ir ver quantos premios Nobel japoneses houve e em que especialidades. Uma curiosidade bastante elucidativa para alguns desde que os tais citados nobeis e o quimico dinameteiro quis nobelizar as sociedades…

  8. Manuel Costa Guimarães

    Este Hans é um craque. Dá um novo significado à expressão “bater o pé”!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s