Santorum Vs Ron Paul, para Católicos

Tom Woods tem um excelente vídeo sobre o assunto:

6 pensamentos sobre “Santorum Vs Ron Paul, para Católicos

  1. António

    Até eu que não sou católico nem liberal simpatizo com este liberalismo católico, e tenho tenha que o Ron Paul (que eu gostava de ver ganhar) não tenha hipóteses nenhumas, por ser um católico que não quer impor o catolicismo, ou mais simplesmente por ser realmente…liberal!

  2. Ricardo Campelo de Magalhães

    Uma diferença entre o Ron e o Rick é que, sendo ambos religiosos, o segundo quer IMPOR as suas crenças, enquanto que o primeiro pretende apenas deixar para a consciência de cada um as suas decisões.

  3. jota

    há 30 anos que voto em Portugal e ainda não conheci nenhum politico que não nos queira impor as suas crenças socialistas ( principalmente no sistema educativo ) com resultados deprimentes na sociedade portuguesa. A batota, copianço, falta de respeito entre alunos e para com os professores está a fabricar uma geração de portugueses para quem a disciplina, esforço e honestidades são valores a não levar em conta. Os sócrates do futuro vão fazer do sócrates actual um menino de coro.

  4. jota

    um politico que nos queira impor os seus valores ( sociais, filosóficos ou morais como o aborto, a educação sexual, as novas oportunidades, drogas livres,casamento gay, salário mínimo, impostos elevadíssimos, energias renováveis,défices exponenciais, etc ) é um progressista, coerente e um homem à frenta da sua época. Um politico que defenda valores contrários em nome da sua filosofia, moral, valores sociais e religiosos é um conservador, fundamentalista cristão e um atraso para a sociedade moderna. Deve ser isto a que chamam a lógica do politicamente correcto.

  5. António

    Jota,

    Os progressistas e conservadores, a esquerda e direita, necessitam uns dos outros, alimentam-se uns aos outros…

    Quando demasiado conservadorismo reina muito tempo, e aprisiona a sociedade, economicamente, moralmente, etc, vêm os progressistas, e até revolucionários, querer “libertar-se”, dos conservadores. Quando os progressistas, e até revolucionários, mexem em muita coisa que era status quo rebelam-se os conservadores, aflitos porque lhe estão a mexer no que era garantido, para “libertar” a tradição do vandalismo……

    E tanto conservadores como progressistas adoram meter a mão no Estado, para conseguir impor o que querem.

    E ambos detestam liberais, sejam liberais dos costumes, sejam os liberais económicos. Porque os liberais, supostamente, não querem IMPOR
    nada a nenhum individuo. Seria o individuo, e os grupos mais pequenos, que seriam rei, senhores de si mesmos, e decidiriam por si e para si.

    E no fim todos perdem.

    Nos EUA o Ron Paul é politicamente incorrecto. Até os Republicanos ficam incomodados. Já o Santorum, para o eleitorado conservador de direita, daqueles que são a favor de intervencionismo estatista pro wasp e pro cristianismo, é politicamente correcto.

    O politicamente correcto/incorrecto é um relativismo como outro qualquer, depende só de tempo e lugar.

  6. Ricardo Campelo de Magalhães

    O jota tem um sentido de humor refinado mas que eu aprecio 🙂
    Apesar de eu geralmente poupar a palavra coerente para coisas mais sérias…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.