No fundo é isto

Os realizadores portugueses andam a ser subsidiados há décadas. Se por esta altura ainda não conseguem obter financiamento privado baseado na qualidade passada dos seus filmes é porque a política de subsídios falhou.

3 pensamentos sobre “No fundo é isto

  1. Sebastien De Vries

    Quando se tem de borla …não se dá valor…é assim desde o pai Adão, só neste país que se julgavam ricos…
    Agora com as despesas xuxiais a crescerem por não se produzir …há que PAGAR!

  2. Zebedeu Flautista

    Subsidiados deviam ser os milhões de emigras com uns bacalhaus anuais de modo a propagar o bolinho de bacalhau por esse mundo fora. Barato e eficaz.

  3. Pessoa

    Miguel Gomes premiado em Berlim com “Tabu”, nunca recebeu um euro do Estado português para qualquer das suas 3 longas metragens. Quanto a João Salaviza não tenho a certeza, mas quando ganhou Cannes trabalhou com investimento privado. Pelo que percebi recentemente, o que estes e outros realizadores reclamam (não muitos, é certo), é a actualização da lei do mecenato para incentivar o investimento privado no cinema. Só o governo português é que tem o poder de o fazer.

    Sou a favor da independência dos artistas em relação ao Estado, mas o Estado para conseguir livrar-se dos pedinchões de subsídios deve criar estruturas e condições vantajosas para as empresas, de forma que a responsabilidade de atribuição de financiamento seja delegada para o critério dos privados. Este fim de semana o Secretário de Estado da Cultura foi à Arco Madrid anunciar o apoio do Estado português com benefícios fiscais para as galerias (empresas) que promovem o trabalho de artistas portugueses. Excelente! Algo de semelhante deve ser feito e adequado ao cinema.

    Parece-me que neste caso não se pode aplicar a lenga-lenga do “se reclama é porque é subsidiodependente”. Para não se tornar estéril, a lenga-lenga antes de ser aplicada deve ser bem informada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.