Dramas climáticos

Devido ao frio que assola a Europa, o Figaro publicou há dias uma entrevista com o historiador do clima, Emmanuel Garnier. Diz ele que os franceses têm a característica muito própria de nunca estarem satisfeitos com o tempo que faz. Quando está calor, mesmo no Verão, é porque algo se passa e, quando está frio, como nestas duas semanas de Fevereiro, é porque algo também só pode estar errado. A explicação dá vontade de rir porque em Portugal acontece o mesmo. Garnier acrescenta que os franceses não toleram uma meteorologia que não seja normal. Para eles, o Inverno são estâncias de ski com neve, ao mesmo tempo que há sol e temperaturas agradáveis na cidade onde vivem. As intempéries são fenómenos do passado. Garnier encontra explicações para o fenómeno na convicção muito francesa e progressista de que se a ciência tudo consegue, conter o clima não pode ser excepção. E quando tal não sucede, é porque algo está errado. Durmam em paz, que a República vos vela, é o velho adágio francês que leva os políticos a evitar o discurso do risco, preferindo intervir mais tarde que permitir que os cidadãos se previnam, caso a caso, nas suas localidades. O centralismo político também passa por aqui. Junte-se o mediatismo histérico que nos faz esquecer o passado e temos o cenário ideal para alertas laranjas em metade do país. Quem é que disse que Portugal já não francês?

Um pensamento sobre “Dramas climáticos

  1. Leandro

    Como disse o nosso cronista-mor, Eça de Queirós – “Portugal é um país traduzido do francês em calão”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Foto do Google

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Foto do Facebook

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.