Nos trilhos da paz e da cooperação “desinteressada”

Um modelo de import-export de grande sucesso na luta contra o imperialismo.

Anúncios

Um pensamento sobre “Nos trilhos da paz e da cooperação “desinteressada”

  1. Se lhe enviarmos uns pastelinhos de nata, como forma de pagamentos, não quererão eles vir aqui testar a pontaria com uns banqueiros, políticos e empresários?

    Sem malícia!Há coisa mais terna que um pastelinho de nata ainda morno?

    AbrAços

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.