Uma justiça que não se deixa respeitar

Um indivíduo envolve-se numa agressão grave a uma menina de 14 anos. A agressão está em filme e o indivíduo assume a sua culpa. O indivíduo sai do tribunal em liberdade, sem cumprir um dia de pena de prisão efectiva. Diz-se arrependido e o juiz permite-lhe sair em liberdade com pensa suspensa para se reintegrar na sociedade. “Se não tiverem cuidado, terão de cumprir prisão efectiva”, disse o juiz.  Minutos depois, à saída do tribunal, o indivíduo pontapeia uma jornalista à frente de todos. Diz que ainda está em liberdade.

2 pensamentos sobre “Uma justiça que não se deixa respeitar

  1. jp

    O primeiro grande criminoso é o legislador que assinou as leis que permitem isto.
    O segundo grande criminoso é o legislador que hoje, sabendo disto, não faz nada para as alterar.
    Quantas horas é que o juiz vai demorar a suspender a suspensão de pena deste animal?

  2. ricardo saramago

    Aposto que se a jornalista se tivesse defendido e dado uma coça no energúmeno, já estava presa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.