Aldeia chinesa barrica-se para se proteger do Estado

Wukan, no Sul da China, expulsou todos os oficiais do partido comunista e correu a polícia à paulada depois do líder do protesto contra uma planeada expropriação de terras ter sido morto pela polícia.

A aldeia de 20 000 habitantes barricou-se há uma semana e rejeitou hoje negociações com o governo apesar do cerco entretanto criado pela polícia já estar a surtir efeito nos mantimentos.

 

7 pensamentos sobre “Aldeia chinesa barrica-se para se proteger do Estado

  1. Nuno Rodrigues

    Se isto fosse em Portugal, eram efectivamente subsidio.dependentes. E giro como numa sociedade tao censurada, se arranjam fotos, nomes, se espalham noticias com tanta facilidade, lol. Por amor de deus.

  2. lucklucky

    Mais uma luta do povo chinês pela propriedade privada.
    Começou em Xiaogang em 1978. Nessa altura foi ás escondidas.

  3. Miguel Madeira: qual é a diferença? (Quanto será o aluguer? Parece-me que se for gerida por membros locais do PC pode ter havido um suborno fácil, uma falcatrua parecida ao que vai acontecendo entre as nossas democratas câmaras municipais)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.