34 mil milhões – párem tudo!

Antes que os jornalistas e comentadores comecem a ficar (ou, mais correctamente, antes que fiquem ainda mais) excitados com o montante de juros que se vai pagar à UE e ao FMI – quanto aos políticos do BE e do PCP, they´re round the bend e nada mais se pode fazer – talvez fosse recordar a jornalistas e comentadores uns tantos factos: 1) o dinheiro que se vai pagar em juros não podia ser gasto em absolutamente mais nada (escolas públicas ou mais uma autoestradazita, tanto faz), já que sem o dinheiro do empréstimo que dá origem aos juros já teríamos o estado encerrado sem pagar ordenados aos que nele trabalham; 2) se não pagássemos juros à UE e ao FMI, teríamos sempre que os pagar a quem nos compra os títulos da dívida pública, e talvez ainda se consigam recordar (não foi há muito tempo) que os juros que aceitávamos pagar nos leilões de dívida eram consideravelmente superiores a 4% e 5%; 3) quem negociou o empréstimo foi o PS, não o actual governo; 4) tanto PCP como BE sempre foram defensores de políticas orçamentais desregradas, nunca se revelaram preocupados com o nível de endividamento, defendem políticas que exponenciariam esse endividamento, pelo que talvez confrontá-los com o seu gosto com a emissão de dívida pública e respectivo pagamento de juros não fosse descabido num jornalista.

10 pensamentos sobre “34 mil milhões – párem tudo!

  1. Dionisio

    Sem dúvida que é verdade… mas vale a pena a perda limitada de soberania? esta sujeição? e ainda mais apelidar-mos de AJUDA financeira?

    Afinal, só estão a emprestar-nos dinheiro para pagar juros que devemos aos mesmos e criar ainda mais juros para pagar aos mesmos…
    Se mão há dinheiro não deixamos de pagar salários e começamos a fechar escolas… simplesmente deixa-mos de pagar as obrigações devido a alterações supervenientes que o próprio risco inicial já cobre…

    Já estamos todos cansados da vitimização dos investidores!

  2. É AJUDA financeira porque pagamos juros menores que aqueles que pagaríamos aos investidores do mercado. Se não pagarmos deixamos de pagar tudo, incluindo os salários, porque estaremos na falência.

    Não vejo onde está a vitimização dos investidores neste texto… mas vislumbro uma vitimização dos devedores nos comentários anteriores.

  3. “Não vejo onde está a vitimização dos investidores neste texto… mas vislumbro uma vitimização dos devedores nos comentários anteriores.”

    com 100 pequenas e médias empresas a fechar por dia, o desemprego a caminhar furiozamente para níveis inimagináveis, realmente é vitimização…e esta realidade, já existia quando foi assinado o acordo…e mais, desse dinheiro nenhum chega à economia real, é para pagar as dividas do Estado e da Banca…a ecónomia interna portuguesa está mais que moribunda e afirmar que Portugal vai ter uma recessão de 3%, só pode vir de intrujas ou de incompetentes…

  4. Zebedeu Flautista

    Que chulice! Receber empréstimos a 4%-5% ao ano para ter hospitais com medicamentos e escolas a funcionar. Entretanto estes ainda não fecharam portas:

    http://www.cofidis.pt/cofidis/

    E se alguém diz que nos excedemos um pouco e a coisa não é sustentável é logo apelidado de fascista.

  5. Pingback: Anónimo

  6. p

    «tanto PCP como BE sempre foram defensores de políticas orçamentais desregradas, nunca se revelaram preocupados com o nível de endividamento» diz a senhora MJM. No entanto nunca o PCP e o BE estiveram no governo e são os partidos que sempre lá estiveram que nos tentam convencer de que as politicas orçamentais desregradas são culpa nossa(do povinho).

  7. Pingback: Top posts da semana « O Insurgente

  8. o fantasma

    Mas afinal para que se fez o 25 de Abril?Antes do dito,dizia-se que os maiores”craneos”estavam na cadeia ou no estrangeiro,a malfadada ditadura não deixava mostrar as suas habilidades!Mas habilidades que eles tinham e têm. Estão aí á vista!
    E agora?Portas abertas á democarcia,sempre bem vinda, com canticos recebida.Onde estão essas tais inteligencias? O país está como nunca esteve.Democratizou-se tudo.Até a ladroagem.
    A pergunta tem sentido. O 25 de Abril foi feito para isto?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.