Estou indignadíssimo

Com quem ajudou a que o resultado do esforço de quem trabalha, investe, poupa e paga impostos tenha sido malbaratado durante décadas. Estou indignado com muitos dos que hoje, esta semana, este ano, descobriram este adjectivo. Tivessem memória e estariam indignados com as escolhas que fizeram, quando puderam optar e votaram nas utopias e falácias que lhes ofereciam sem etiqueta de preço. Tivessem memória e lembrar-se-iam dos muitos que sempre avisaram que chegaríamos a este estado de penúria se não se tentasse atalhar caminho noutra direcção. Faço, por isso, minhas as palavras que ouvi há pouco a um exaltado manifestante: “tenham vergonha, pá!”.

Indignados ou não, serão os mesmos de sempre a pagar a factura deixada pelos incompetentes que saciaram a ambição de poder e as suas clientelas penhorando o dinheiro dos contribuintes.

9 pensamentos sobre “Estou indignadíssimo

  1. Fico chocado com este tipo de textos!
    Devemos indignarmo-nos com quem, quer no PS quer no PSD ou CDS optou por decisões políticas erradas, desde a adesão à CEE/UE até à porcaria da moeda única.
    O problema não foram os gastos quer, per capita, foram muito menores do que na maioria dos países europeus, o problema foi que os Governos de Portugal cederam os instrumentos de governação financeira (e, diga-se de passagem, a nossa soberania) a instituições estrangeiras que passaram anos a prejudicar-nos.
    Atribuir culpas a gastos secundários dos governos de Portugal é uma manobra de desespero para desculpabilizar o principal culpado, a integração europeia!

  2. A. R

    Indignado estou eu. Estou porque pago, ano após ano, o ensino universitário a muitos destes avatares da bebedeira que passam 8 a 10 anos para tirarem um curso; que pago a srs que podem ir trabalhar e negam o emprego porque “estes 500Euros estão certos” e vou carimbar, etc

  3. lucklucky

    “O problema não foram os gastos quer, per capita, foram muito menores do que na maioria dos países europeus”

    Você está gozar espero. Portugal produzia e produz muito menos que os países Europeus.

    “o problema foi que os Governos de Portugal cederam os instrumentos de governação financeira”

    Então tem pena de o Governo Português não inflacionar e não fazer contrafacção da moeda – ou seja destruir a poupança e riqueza dos portugueses-
    ´Você é bem um filho dos falsários do 25 de Abril.

  4. oscar maximo

    Se calhar tambem devia estar indignado por po PR não obrigar o PGR a agir. Já existe lei para quem aplica indevidamente dinheiro publico.

  5. Pingback: Top posts da semana « O Insurgente

  6. Pingback: Indignados « O Intermitente (reconstruido)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.