A vida de milionário continua

Alguém é capaz de explicar as razões e a necessidade do tgv?

Governo mantém no essencial projecto de TGV herdado do executivo de Sócrates.

13 pensamentos sobre “A vida de milionário continua

  1. Caro Rui Carmo

    Não é preciso explicar porque não vai haver nada parecido com um TGV, com um HTV, ou com o que lhe quiserem chamar.
    O título da notícia é descaradamente uma mentira.
    E basta ler a própria noticia para confirmar isso.
    O que se propõem fazer é a única coisa lógica e sensata e desconfio que já devia estar prevista no último plano de fomento do Estado Novo.
    Temos um excelente porto em Sines e uma linha férrea para mercadorias para ligação à Europa é absolutamente lógico.
    .

  2. ruicarmo

    Caro Mentat,
    é preciso explicar tudo e com toda a clareza.
    O país não tem dinheiro, o que devia abalar a fé em qualquer investimento público de montante multimilionário. Sobre a bondade do elefante branco de Sines nem vale a pena falar mas quanto às exportações e à sua origem -na grande maioria dos casos – não provêm do norte do Tejo (à excepção da auto-europa)?

  3. gustavossilva

    Está provado que grande parte da produção nacional até é feita e vem do norte do país. A produtividade do país também é maior no norte.

    Quanto à primeira resposta, pode-me dizer que tipo de veículo é que circula a 350 km/h, como é digo na notícia?

  4. “Hahah. Explique-me porque é um porto no extremo da Europa é lógico?”

    Epáh não sei…
    Durante 500 anos teve lógica.
    Aliás, quando numa óbvia realidade paralela, um Povo que por aqui vivia, criou a Globalização, os portos cá na terrinha serviram muito bem a utilização do meio mais económico de transporte de mercadorias que existe – o Mar.
    E graças a uns pategos que descobriram percursos alternativos pelo Mar, a percursos existentes por Terra, alguns “portos centrais” da Europa “arriaram”, como por exemplo a “Republica de Veneza”.
    Mas você que é tão “experto no cabeço” explique lá, como é que num Planeta com 20% de Terra e 80% de Mar, ter 800km de Costa Marítima nos coloca no extremo de quê?
    Não me diga que ainda acha que a Terra é o centro do Universo e que a Europa é o centro do Mundo?
    .

  5. “Sobre a bondade do elefante branco de Sines nem vale a pena falar…”

    Caro Rui Carmo

    Desculpe lá, mas essa história sobre “elefantes brancos”, como Sines, Alqueva, etc. até soa a conversa de comunista de 75.
    Tudo o que foi pensado e planeado pelo Estado Novo era mau.
    Por isso não vale mesmo a pena falar sobre isso.
    O Atlântico liga a Europa a todos os outros Continentes.
    Sines é um porto de águas profundas, que aceita qualquer barco, seja qual for o seu calado.
    Não pode haver na Europa outro porto com estas características.
    Por terra, o meio mais económico de transporte de mercadorias é o comboio.
    Mas executar uma linha de comboio só é economicamente viável se a orografia for suave.
    Portanto, executar um TGV, só teria algum senso se fosse no Alentejo.
    Ter um porto como Sines e ter uma ligação à Europa por caminho-de-ferro, quando essa linha passa no Alentejo é obviamente lógico.
    Não precisa nada de ser um TGV e nem precisa de ser de bitola europeia, já há comboios que resolvem isso.
    Isto não tem nada a ver com a origem em Portugal dos produtos que exportamos.
    Tem a ver com o facto, de Portugal poder ganhar dinheiro, com o que a Europa importa e exporta.
    .

  6. ruicarmo

    Caro Mentat,
    tire livremente as semelhanças.
    Era o que faltava não poder criticar uma obra faraónica feita pelo Estado Novo. Não contesto a posição geográfica do porto de Sines nem as suas características. O que pergunto é se as coisas são assim tão óptimas porque é que foi o sucesso que se sabe?
    Mas o tema do post, é a existência de um tgv para mercadorias, sem dinheiro para o ter. Quais as razões que leva um ministro que desmontou a “falácia do TGV”, a vir a apresentá-lo como “solução”?

  7. “O que pergunto é se as coisas são assim tão óptimas porque é que foi o sucesso que se sabe?”

    25A74
    11M75
    PREC
    Cavaquismo
    Guterrismo
    Socratismo

    Chega ou é preciso explicar mais?

  8. “Quais as razões que leva um ministro que desmontou a “falácia do TGV”, a vir a apresentá-lo como “solução”?”

    O homem não apresentou nenhuma solução de TGV.
    Apresentou uma linha de caminho-de-ferro que faz falta.
    Se lhe chamou TGV foi apenas para “inglês ver”, ou para alemão ou espanhol ouvir…
    .

  9. ruicarmo

    Ainda bem que fica não é um tgv. Será algo que ficará mais barato. Assim, talvez o possa pagar ele e por inteiro. É que na eventualidade de não conseguir pagá-lo com as suas poupanças, será então tempo para recordar tudo o que disse, demonstrou e escreveu há pouco mais de 100 dias. É que pelo menos o meu mundo e o dos meus filhos não mudou assim tanto.

  10. JS

    E qual é a incorporação nacional nesta Alta Prestação?.
    Será que se refere ao alto valor das prestações a pagar em “royalties” de patentes e tudo o mais vindo de “fora”?

  11. o fantasma

    Primeiro chamavam-lhe TGV.Agora alta prestação.

    Mas não é tudo para enganar o zé povinho?Nem TGV,Nem alta prestação.deixem de sonhar.Tudo farinha do mesmo saco.
    Um burro lá por ter pele de leão não deixa de ser burro.

  12. “E qual é a incorporação nacional nesta Alta Prestação?.
    Será que se refere ao alto valor das prestações a pagar em “royalties” de patentes e tudo o mais vindo de “fora”?”

    Finalmente uma questão interessante que eu estou desejoso de ver respondida.
    Depois de ter a “coragem” de acabar com a treta do TGV será que ainda terá “folgo” para o resto?
    Esperemos pelos próximos episódios…
    .

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.