O que há de errado na China? (2)

Devido à expulsão de alguns académicos norte-americanos das universidades chinesas, uma vez mais o Ocidente debate a melhor forma de reagir, desta vez sem perder a autonomia e liberdades académicas. A resposta de Gordon Chang é peremptória quando nos diz que nada há a esperar da China. Como todas as sociedade totalitárias, que colocam a política à frente da economia, a China tem pouco para oferecer que não seja uma fachada. Sem liberdade, não há universidades, nem economia, nem riqueza, nem desenvolvimento. Aqueles que ainda acreditam ser a China a nova potência económica do século XXI, revitalizando a crença dogmática na economia planificada, podem tirar o cavalinho da chuva. Poderemos vir a lidar com uma China militarmente poderosa, mas nunca economicamente pujante, na medida em que o motor do ‘milagre chinês’ que são os milhões de chineses que trabalham, não vai aceitar a ditadura no momento em que já tiver pão para comer.

Anúncios

2 pensamentos sobre “O que há de errado na China? (2)

  1. JSP

    Monsieur de La Palisse diria ( mui sensatamente) : opiniões Ocidentais ( modeladas segundo o canone Ocidental) sobre um imenso Povo que imensamente difere desse mesmo canone.
    A existência continuada da “alegada” Coreia do Norte talvez ajude à compreensão da coisa…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.