O FMI é o nosso Salvador!

Mas os seus poderes de Super-Herói, capazes de fazer países crescer ao mesmo tempo que se aumenta os impostos, caducam em 2013. Aí, quem nos vai dar mama é o Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira, explica a Standard & Poor’.

Este mecanismo europeu, que só entra em funcionamento a partir de 2013, permitirá, por exemplo, que os países recomprem dívida nos mercados com dinheiro europeu e irá, à partida, incluir um cenário de reestruturação da dívida, onde os países em risco poderiam negociar o reescalonamento da sua dívida de uma forma coordenada a nível europeu.

Ou seja, como já é óbvio para muitos (curiosamente menos para a nossa direita que, talvez com reminiscências salazaristas, não fosse a nossa direita mais moral que intelectual, parece achar que pagar as dívidas se resume a uma questão de honrar compromissos – mesmo que matematicamente impossíveis – sob pena de, vergonha!, sermos vistos pelos nossos superiores colegas europeus como caloteiros), a reestruturação da dívida é  inevitável. O FMI só cá está para nos colocar em banho maria e vigiar enquanto não estreia o novo tabuleiro monopoly 2.0 da EU. Até lá, demos graças pelo FMI e rezemos para que, como que por milagre, a factura a pagar pelo FMI+reestruturação seja menor do que a factura a pagar por uma reestruturação imposta já.

Um pensamento sobre “O FMI é o nosso Salvador!

  1. Pingback: O FMI é o nosso salvador (2) « O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.