Sobre o lanche entre o PCP e o BE

O PCP passa o tempo a dizer que é preciso uma política patriótica e de esquerda, sem especificar em que consiste. E também ninguém lhe pergunta, pelo contrário, permitem que debite sistematicamente um discurso  simpático contra os cortes das pensões e salários, contra o aumento do desemprego, contra o aumento do IVA, contra o aumento do IRS, sem que especifique onde iria buscar o dinheiro para pagar todas as propostas agradáveis que faz.
Verifica-se pois, que tal como no tempo de Álvaro Cunhal – onde um temor reverencial imperava na classe jornalística –  o PCP continua a gozar de uma boa imprensa, que pouco ou nada escrutina o que o partido diz e que permite o discurso facilitista e demagógico com que sistematicamente se dirige aos portugueses. E quem diz o PCP, diz o BE.

Um pensamento sobre “Sobre o lanche entre o PCP e o BE

  1. Lusitânea

    A rapaziada não gostava de impérios fora de portas mas arranjaram-nos um , cá dentro e por nossa conta.O primeiro provou ser civilizacional, útil para toda a gente.Este africanizou a mais velha nação da europa.Um patriotismo do caraças…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.