E agora, Trichet?

A inflação da Zona Euro acelarou para 2.6%.

E agora, Trichet?

Sobes a taxa e defendes a moeda, ou mantens baixa e defendes os governos e a banca?

Os mercados esperam que subas a taxa e a EURIBOR já reflecte isso.

Será que tens coragem para te tornar no maior “government-slayer” dos tempos modernos?

Anúncios

8 pensamentos sobre “E agora, Trichet?

  1. Luís Lavoura

    “Sobes a taxa e defendes a moeda”

    É duvidoso que subir a taxa corresponda a defender a moeda, neste caso. Por duas razões:

    (1) O euro está a cair, não por causa de a inflação na Zona Euro ser muito elevada, mas por causa do problema da dívida soberana.

    (2) A inflação noutros sítios é, em boa parte dos casos, tão ou mais elevada do que na Zona Euro.

    O Ricardo corrija-me se eu estiver errado.

  2. fms

    O post do LL, como sempre, é o melhor indicador contrarian que se podia pedir. Como está, ainda por cima, mais errado que o habitual, penso que o assunto não carece de mais adendas…

  3. fms

    Mas eu explico… o EUR/USD esta manhã estava a 1.4209, em alta, e não a cair. Consegue o LL ir daqui ao resto da meada?

  4. morningfms

    Ai, mãezinha…

    Olhe, a culpa é do Salazar, do Santana, do Bush, e minha. Spin-e lá isto como quiser e não me chateie que algures a meio da tarde perdi a réstea de pachorra que ainda tinha. O autor do post que explique.

  5. morningfms

    Entretanto fui ver o seu perfil. Acho que entendeu mal o meu comentário – nem por um instante pense colocar-me no mesmo saco que ao LL (que era o que eu estava a fazer agora mesmo em relação a si) 😉

  6. Ricardo Campelo de Magalhães

    Luís, o raciocínio é o seguinte:
    1. Muita moeda foi introduzida no sistema (impressa, se ainda se usasse papel e tinta em vez do equivalente informático)
    2. Mais moeda, mesmos bens -> Pressão inflaccionista para o futuro
    3. Logo, o Euro está a cair contra moedas que não sigam a mesma política (digamos, por exemplo, o Franco Suiço)
    4. Note-se que a queda da dívida soberana é relacionado mas não o grande causador do problema monetário. Porquê? Quando o Estado precisa de dinheiro, gasta reservas (Feito), sobe impostos (Feito), vende dívida (Feito) e em último caso imprime moeda (Feito; no caso Tuga o BCE comprou pelo menos 20 000 Milhões da nossa dívida, com dinheiro que não existia antes dessa compra). A crise económica decorre mais do ponto 2, a crise soberana mais do ponto 3 e a crise monetária ainda na sua fase inicial depende mais do ponto 4. Naturalmente, há influências cruzadas, mas estas são as principais.

    O senhor foca no Curto Prazo (saída de números de inflação, notícias da dívida, … . Esses factores contam alguma coisa, mas eu foco nos que são mais pesados: os de Longo Prazo. É a análise técnica versus a Análise fundamental. A sua análise pode ser boa para day-trading, mas a minha é melhor para fenómenos macro. As 2 são úteis, claro. Eu compreendo a sua porque trabalho na banca de investimento, e a minha porque continuo a ser um economista de formação.

    Miguel Madeira,
    O Euro por acaso subiu um bocado. Mas com a inflação a escalar para 2.6%, o Euro só tem uma direcção: DOWN. A pressão está a montar-se e o BCE deverá aliviar a pressão. Se não o fizer, o Euro vai começar a cair, vai ver…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.