Socialismo ou roubalheira?

The source elaborated on the depth of Guebuza’s
business interests, which range across the economy. He said
that Guebuza is in on almost all of the “mega-project”
multi-million dollar deals via contractual stipulations to         
work with the Mozambican private sector. One example is
Guebuza’s involvement in the 2007 purchase of Cahora Bassa
Hydroelectric Dam (HCB) from the Portuguese Government for
$950 million. $700 million of this was paid by a private
consortium of banks, which was arranged by a Guebuza proxy,
for which Guebuza received, while he was a sitting president,
an estimated commission of between $35 and $50 million. The
Portuguese bank which arranged the financing turned over its
shares in BCI Fomento, one of the largest Mozambican
commercial banks, to a Guebuza-controlled company.

Não deve surpreender ninguém que após décadas de desmontagem das falácias socialistas estas se repitam.

como cá, a conversa de político sobre a necessidade do estado na economia não passa de areia para os olhos, para eleitor ver. Na verdade, o estado assume um papel na economia porque é indispensável que a classe inútil e sanguessuga por excelência – a classe política – se sirva enquanto está no poder (há alguns que, sem se rirem, chegam mesmo a falar em “espírito de missão”). Desengane-se quem ainda pensar que os políticos têm ideais, uma ideologia (mesmo que errada) ou um mero sentido do bem público. Não têm. Estão no poder unicamente para se servirem e para perpetuarem a exploração dos cidadãos e usarem os bens ‘públicos’ para seu próprio interesse. Esta regra tem muito poucas excepções. Raros são os cidadãos que se sujam para ousarem lutar na arena política contra o poder com vistas a reduzi-lo, mais raros ainda aqueles que não se deixam corromper a meio da sua tarefa. É natural que isto suceda dada a natureza sanguessuga do estado.

Aquilo que distingue a actividade política da de uma máfia é somente a sofisticação manhosa que a primeira teve a inteligência de colar às suas práticas e métodos.

Houvesse mais Wikileaks por aí, e mais ainda se saberia do que o poder faz nas nossas costas.

4 pensamentos sobre “Socialismo ou roubalheira?

  1. filipeabrantes

    Mas, António, a máfia não organiza simulacros a que chama democracia nem elabora constituições com grande pompa. 🙂

  2. ricardo saramago

    Se não fossem as mordomias, os tachos, os empregos para a família e os negócios com o dinheiro dos contribuintes, como é que os partidos iam arranjar os militantes e os fiéis?
    Conversa e ideologia são muitos bonitas para tolos, mas a malta quer é graveto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.