Não precisa de confirmação

Esta notícia não é, nem pode ser da Wikileaks.

8 pensamentos sobre “Não precisa de confirmação

  1. AA

    “File under” ambiente, double standards e religião!?

    E que eu saiba nada do que foi lançado pela wikileaks foi desmentido, até ao momento.

  2. ruicarmo

    Provocação.
    Pelos próprios, não me parece que isso vá algum dia acontecer. Nem esse é o seu propósito e objecto de negócio.
    Quem pode ter o trabalho – assim queiram e tenham interesse – são os orgãos de comunicação que trabalham sobre as informações e os visados.
    Desde a sua criação foram milhares de documentos difundidos pelo que não imagino sequer se terão ou não sido desmentidos ou confirmados mas na última rodada, fiquei com a ideia – que pode estar errada -que o PM turco as desmentiu.

  3. ruicarmo

    Não tendo como nem que o confirmar, parto sempre do pressuposto que todos os documentos sejam verdadeiros, terão uma existência física, terão sido assinados e expedidos. Mas não é essa a “minha” questão.
    Vou procurar exemplificar: um telegrama diz que a Síria continua a fornecer mísseis scud e outras armas ao Hezbollah. Ponto 1: onde está a novidade?
    Ponto 2: do lado sírio, a informação que é verdadeira porque existe um telegrama, pode (ou não) ser desmentida (não sei se já foi ou será).

  4. JoaoMiranda

    ruicarmo,
    .
    A Síria pode desmentir o telegrama, mas a Wikileaks nunca disse que o que o telegrama diz é verdadeiro. Apenas afirma que os telegramas são de diplomatas americanos.

  5. ruicarmo

    Precisamente. Por isso os telegramas para terem uma consistência de notícia que ultrapasse o press-release, têm que ser “trabalhados”, verificados e eventualmente desmentidos e/ou confirmados pelos visados. A wikileaks é uma “fonte” e deve ser tratada como tal.

  6. Penso que há aqui duas questões distintas:

    – A wikileaks divulga um telegrama em que o diplomata americano diz “X”

    Quando falamos de “mentira”, estamos a falar do quê?

    – Que seja mentira que um diplomata americano tenha enviado um telegrama dizendo “X”?

    – Ou que “X” seja mentira?

    É que são dois assuntos bastante diferentes.

  7. AA

    Penso que não viria mal ao mundo se as pessoas que estão contra o caso wikileaks usassem a postura “não concordo, mas já que os factos foram desvendados e não desmentidos, por isso posso comentar”. Em seguida poderiam rever o que disseram sobre o golpe militar nas Honduras e pronunciar-se sobre a sabotagem da cimeira de Copenhaga (o andré azevedo alves até podia opinar e “file under” aquecimento global/frio regional).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.