Falta-lhe o sentido do ridículo

O PS está no governo, exceptuando o curto periodo de dois anos da coligação PSD/CDS, desde 1995. Quanto mais “tempo” é que esta ave rara achará que seria preciso?

2 pensamentos sobre “Falta-lhe o sentido do ridículo

  1. O “PS que está no governo desde 1995” é uma entidade metafísica: com outros ministros, outra realidade partidária, outro PR, outra situação europeia e mundial, só no plano metafísico se pode pensar no governo de Sócrates como uma continuação do governo de Guterres. Imagino que sirva bem à retórica partidária, e provavelmente também à retórica blogosférica, essa forma de pensamento metafísico. Prefiro ser uma ave, ainda por cima rara, do que estar condicionado por esse tipo de categorias metafísicas. Mas gostei da ilustração.

  2. Apesar de discordar que seja somente no plano metafísico que se possa olhar para a governação do PS como um todo contínuo, tenho de concordar consigo que é nesse plano que a continuidade é mais gritante: O mesmo desdém pela realidade, a mesma cegueira de tentar sobrepor a “vontade” às elementares regras da lógica. Creio que a diferença talvez esteja eventualmente numa questão de grau e não de substância: O nível geral da cada governo parece ser sempre inferior ao anterior, numa espiral descendente que quando chega ao fundo consegue sempre arranjar maneira de continuar a cavar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.