Males que vêm por bem

idade da pedra

Não percebo as pessoas que agora vêm gritar contra cortes nos salários e medidas de austeridade. O Primeiro-Ministro anda há anos a prometer-nos a salvação. Agora que finalmente cumpriu, é apedrejado.

Já se esqueceram que uma vida baseada no consumo desenfreado está errada, que o nosso materialismo magoa a Mãe Natureza, que devíamos voltar a ter hábitos “sustentáveis” como tínhamos no passado? É a isto que sabe a transição para uma vida mais simples, mais feliz. Façam bom proveito.

Mais sobre este tema: “Austerity Hypocrites Have No Right to Attack Osborne”

8 pensamentos sobre “Males que vêm por bem

  1. Fernando

    Se eu não tivesse de continuar a trabalhar para que os senhores da banca continuarem a andar de Jaguar para cima…

  2. ricardo saramago

    Eco-sustentáveis eram os nossos avós, que andavam a pé, compravam comida nas mercearias sem embalagem de plástico, davam os restos da cozinha ao porco e às galinhas, aproveitavam a roupa dos filhos mais velhos para os mais novos e electricidade era só uma lâmpada para poupar.
    Chamava-se a isso, nesse tempo de pobreza, governar bem a casa.
    Estamos a fazer o possível por voltar a esses tempos.

  3. Miguel C.

    Acabei de ouvir que a pobreza é um atentado ao direitos humanos… da parte de quem? Do pobre?!!! Quem atenta afinal?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.