O optimista patológico

Excerto de “Os Dias Contados” de Alberto Gonçalves (Diário de Notícias)

O eng. Sócrates, já o sabíamos, é uma máquina de produzir mentiras cabeludas, meias verdades, verdades inconsequentes e puros contra-sensos. Com o tempo, esse seu talento, o único que possui além do gosto arquitectónico, vem-se aprimorando. O que é natural: à medida que a situação afocinha, a retórica do “optimismo” exige uma distância crescente da realidade. Resta perceber a que distância poderá o eng. Sócrates chegar. Começa a suspeitar-se que o infinito é o limite.

3 pensamentos sobre “O optimista patológico

  1. Manolo Heredia

    No passado fim-de-semana a auto-estrada do Algarve parecia a Av. da Liberdade em hora de ponta.
    Não estou pessimista!

  2. tina

    Sócrates quando discursa, concentra-se no povo atrasado que ainda respeita e acredita na autoridade. Não vê mais nada à frente, continua na sua rota determinada e por isso o que diz cada vez se afasta mais da realidade. O seu jogo recente sobre o nacionalismo e o neoliberalismo foi tão obviamente para captar o público que eu não consigo imaginar como pode ainda alguém respeitá-lo, incluindo amigos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.