Avisos vindos do exterior a que é preciso tomar atenção

A subida dos Liberais-Democratas nas sondagens para as eleições no Reino Unido, não me parece mais que o reflexo de um eleitorado atento ao que dizem e fazem os políticos do seu país. David Cameron ganhou a liderança dos Tories, contra um David Davis mais liberal e agressivo, tentado ir ao encontro de certos pontos da agenda trabalhista, ao invés de a combater e contrariar.  Atento também ao intenso trabalho político, concorde-se ou não com a sua orientação ideológica, dos Lib-Dems. Trabalho que foi, aliás, várias vezes referido na imprensa britânica nos últimos tempos, permitindo a este partido colher hoje os frutos que merece. Não é a primeira vez que um terramoto desta dimensão atinge a vida político-partidária do Reino Unido e, caso o sistema eleitoral não sofra alterações substanciais, um dos partidos poderá estar em risco. O Labour tem contra si 13 anos no poder. Os Tories, ao que parece, a pouca firmeza na defesa de uma política alternativa.

O que se passa no Reino Unido é um aviso para outros partidos, de outros países, nomeadamente o PSD, em Portugal, apesar de estarmos perante realidades bem diferentes. Os partidos não são eternos e Passos Coelho não vai poder apostar na simples passagem do tempo para chegar ao poder. Precisa de trabalhar para isso, de forma a conseguir, dentro de alguns meses, apresentar propostas interessantes e bem construídas. Como já referi, julgo que Passos Coelho tem noção desta necessidade. De qualquer forma, não deixa de ser importante que o PSD perceba de uma vez por todas que nada ganha em não arriscar. Pelo contrário, a única maneira de regressar ao governo será surpreendendo com uma verdadeira alternativa liberal ao governo socialista e, seguidamente, levar a cabo uma governação reformista que nos permita a todos ter uma vida melhor, mas também faça ver ao país a necessidade de um partido como o PSD.

Se tal não suceder, outros tomarão o seu lugar.

4 pensamentos sobre “Avisos vindos do exterior a que é preciso tomar atenção

  1. JP

    Passos coelho entrou para partir a louça e logo no dia da vitória já declarava querer ajudar o governo.
    Não sei o que mais se possa dizer sobre o silêncio que reina no pântano.

  2. José Lapa Paiva

    A expectativa que recai sobre Passos Coelho é a de saber, se tem coragem para acabar com a cultura aparelhistica, que inquina a vida dos partidos, autentico espartilho para os seus lideres. A recondução de algumas figuras gratas a esta cultura – como, por exemplo, Miguel Relvas – não augura nada de bom. Contudo, se o conseguir, poderá valorizar o capital humano e desenvolver ideias e propostas politicas, verdadeiramente interessantes para o país.

  3. António Coelho

    Os mesmos que tanto criticavam MFL por estar calada e não fazer oposição, nem apresentar alternativas, são os mesmos que agora se calam perante o silêncio ruidoso de PPC!Nem um projecto nem uma ideia!Exactamente como LFM que tanto falava antes de ser lider e depois tão caladinho ficou quando se sentou na cadeira.Sócrates e os socratinos estão calados que nem ratos no Largo.Com este “rotativismo” à século XIX bem nos poderemos ir preparando para a desgraça.

  4. agfernandes

    Tem graça, André, também pensei nisso ao ver a vitalidade dos Lib-Dems. Vi um paralelismo com o CDS que ainda nos poderá ainda surpreender em próximas legislativas. É talvez o partido que actualmente revela mais energia vital e criatividade.

    Lembrei-me também do que Rui Ramos disse no “Roda Livre” da semana passada, que os partidos em Portugal estão muito ligados ao Estado social, que precisam de se regenerar.
    Quanto ao PSD: se fiquei bem impressionada com a nova fase de colaboração interna, a revelar finalmente uma “unidade” ainda que conjuntural, o que mais me preocupa é se terá essa capacidade de se regenerar, ou se continuará na “lógica estatal”.
    É nisso que tenho pensado ultimamente… vamos a ver que equipa começa a surgir…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.