Hoje vão a votos…

Como o Tomás já chamou a atenção, O PSD é um partido de poder. Qual a linha ideológica e programática do PSD? A que a sua liderança entende que é a melhor para que o PSD alcance o seu objectivo, alcançar o poder executivo. Dito isto, fica a subjectividade na análise de que resulta a identificação do que é melhor para o PSD chegar ao poder. Cada cabeça sua sentença.

Acredito que Passos Coelho é quem dá mais possibilidades de chegada ao poder pelo PSD. Alem do pacote de razões mais softassociadas à imagem e à capacidade de comunicação fundamentais para ganhar eleições, está a falar uma linguagem diferente daquela que fez o PSD perder as últimas eleições.  Uma linguagem lógica. Se o estado tem demasiado peso, então devemos privatizar. Se o exemplo tem de vir de cima então têm que se reduzir as despesas da assembleia. Se o orçamento é mau para o país então tem de votar contra o orçamento. Se o PEC é mau para o país tem de se votar contra o PEC. Se o primeiro ministro não tem condições para governar deve apresentar-se uma moção de censura. Se o PGR não serve deve forçar-se a sua demissão. Simples e sem lógicas maquiavélicas tão pouco queridas por um povo que está farto de políticos com letras pequenas.

Tanto Rangel como Aguiar Branco estão tolhidos por uma lógica de curto prazo tacticista que os Portugueses não entendem. E ao justificarem as posições com “responsabilidade” mostram aos Portugueses que não entendem o que é responsabilidade.  Os Portugueses esperam que a oposição seja responsável. Esperam que esta os defenda, não que os sacrifique para castigar o governo. E vão entregar o poder em quem mais acreditarem que os vai defender. Eu hoje não voto mas é fácil de prever que os militantes do PSD vão eleger o candidato com mais probabilidades de lhe dar o poder que pretendem, Passos Coelho.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Hoje vão a votos…

  1. José Barros

    Se for PPC, vamos tirar a prova dos nove num espaço de tempo de seis meses a um ano.

    Isto porque PPC junta “a fome” à “vontade de comer” de Sócrates.

    Ambos querem eleições à viva força, razão pela qual a capacidade eleitoral de PPC – que até agora perdeu todas as eleições em que participou – será medida muito mais cedo do que se pensaria e, quanto a mim, antes de o PSD estar minimamente preparado para eleições.

    Estou também convencido de que a derrota será histórica, isto é, ainda mais significativa do que a que teve Ferreira Leite. Não me importo de apostar dinheiro nisso.:)

  2. Nogueira da Costa

    Maior do que a de Ferreira Leite não será, mas eleições muito cedo certamente seriam más para o PSD, é preciso tempo para assentar a poeira a nível interno.

    E esperemos que assente…

  3. José Barros

    Maior do que a de Ferreira Leite não será – Nogueira da Costa

    Passos Coelho vai perder muitos votos – entre os quais previsivelmente o meu – de quem no PSD acreditou em Ferreira Leite.

    Vai perder muitos votos no centro e no centro-direita de quem não gosta de discursos liberais (e são muitos, Deus sabe).

    Não vai conquistar votos ao centro-esquerda pelas mesmas razões: propostas tendencialmente mais liberais não entram nesse espaço.

    Vai perder votos conservadores à custa de ser a favor da lei do divórcio e não ser contra o casamento homossexual.

    Resumindo: vai ganhar votos a quem? A ninguém, evidentemente. Por isso considero como muito possível uma derrota superior à de Ferreira Leite, se bem que aceite que Sócrates está e estará ainda mais fragilizado agora e nos próximos meses do que 2009 quando disputou as eleições com Ferreira Leite.

    Quanto às eleições antecipadas, penso que são uma inevitabilidade. Embora Passos Coelho – se ganhar – e o partido não estejam preparados para disputá-las neste ano ou até em 2011, a verdade é que o candidato não terá outra opção, dada a oposição interna que irá defrontar (como outros antes dele). Donde a estratégia da parte dele de ameaçar desde já com eleições antecipadas. A questão decisiva está em saber quem consegue responsabilizar o outro pela crise política e, nesse aspecto, os socialistas têm vantagem, porque dominam os “media”.

  4. Pingback: Eleições do PSD – o epílogo (se ainda venho a tempo) « O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.