Cada um sabe de si, mas para mim a escolha é clara

O PSD vai a votos amanhã e tem três alternativas (o Castanheira Barros que me perdoe a exclusão):

1. Pedro Passos Coelho, que passou os últimos dois anos discordando das posições do PSD e concordando com o PS (sim, também discordando por vezes da sua posição de uns poucos de meses antes). Acresce a isto que o seu grande conselheiro para a área económica – área-charneira de qualquer governação futura – é um ex-secretário de estado de um governo de Guterres, essa equipa de magos que destroçou as contas públicas. De alternativa ao PS, de mudança, estamos conversados.

2. José Pedro Aguiar Branco, um político menor que se menorizou acrescidamente durante a campanha para as directas e que só persiste pela esperança de estragar a festa a Paulo Rangel.

3. Paulo Rangel, que tem feito uma oposição cerrada e inteligente ao PS, que tem boas ideias estratégicas, que inovou o discurso com o foco na educação, que é o mais temido pelos socialistas, que já ganhou eleições, que não nasceu profissionalmente da política, que pode – por si próprio e pelos que o têm acompanhado nesta campanha – de facto renovar os protagonistas do PSD.

12 pensamentos sobre “Cada um sabe de si, mas para mim a escolha é clara

  1. Antonio Teixeira

    E, ao que dizem, as sondagens, os militantes do PSD preparam-se para escolher a replicação daquilo que mais rejeitam! Será que o partido da alternativa irá mesmo optar pelo canditado da continuidade? Excelente post!

  2. José Barros

    Concordo em absoluto com a análise.

    Direi também que infelizmente estou quase certo de que Passos Coelho será eleito. Razão pela qual faço minhas as palavras do Miguel Noronha. Se se confirmar o cenário mais provável, nos próximos tempos, não quero ouvir falar no PSD.

  3. Maria João, José Barros,

    A vossa visão maniqueísta já não se usa. Acordem para um mundo a cores, e esqueçam essa televisão a preto e branco, onde há “maus” e “bons”, “demónios” e “santos”. Haja paciência…

  4. lucklucky

    Não há ninguém. Rangel, MFL, PPC são tudo personagens de cartão.Hoje dizem uma coisa, amanhã outra, no dia seguinte escolhem se fazem uma das duas ou se abstêm.

  5. José Barros

    A vossa visão maniqueísta já não se usa. Acordem para um mundo a cores, e esqueçam essa televisão a preto e branco, onde há “maus” e “bons”, “demónios” e “santos”. Haja paciência… – RAF

    RAF,

    Eu não defendo o PSD por ser do PSD, mas por acreditar até agora que algum futuro que o país possa ter passará mais por esse partido do que qualquer outro. O meu voto e apoio é inteiramente fungível. Se o PSD for igual aos outros partidos ou pior, não preciso do partido para nada e ele também não precisa que eu o defenda aqui ou em qualquer outro sítio.

    Dito isto, como é evidente, admito rever a minha posição. Nunca, até agora, fui surpreendido pela positiva por um político do qual tivesse má opinião, mas por razões filosóficas nunca descarto nenhum cenário. Dito isto, e oxalá esteja enganado, se fosse jogador, apostava tudo em como amanhã o partido cometerá um erro trágico que lhe custará mais uma derrota eleitoral e ao país uma crise política, bem como um maior dispêndio de dinheiro em eleitoralismos socialistas e em juros de dívidas. Não o constato com satisfação, antes com realismo. Também por isso considero que Aguiar Branco prestou um mau serviço ao país e ao partido se, como tudo indica, tiver dado a vitória a PPC.

  6. Caro José Barros,

    “Também por isso considero que Aguiar Branco prestou um mau serviço ao país e ao partido se, como tudo indica, tiver dado a vitória a PPC.”

    Eu aplico esse raciocínio a PR. Duvido que os votos de JPAB fossem 100% para Rangel. Aliás, estou convencido de algo próximo do contrário.

    Ab
    RAF

  7. José Barros

    Caro RAF,

    A verdade é que um tem 10% e o outro 35%, pelo que é razoável dizer-se que JPAB tirou votos a Rangel e não contrário. Mas, enfim, não concordaremos nisto.

    Um abraço,

  8. Pois, caro José Barros, estás a partir do princípio – errado – de que quem vota AB votaria PR se o primeiro não estivesse na corrida. Na grande maioria dos casos, estás enganado, pois a maioria votaria PPC. O mesmo não se pode dizer dos eleitores de PR, que dificilmente votariam PPC. JPAB é em todos os cenários o que mais agrega votos, na ausência de PR, que é pouco agregador. Tenho sondagens com isso.
    Ab
    RAF

  9. Maria João Marques

    Rodrigo, como já tive oportunidade de te dizer, se Paulo Rangel não se candidatasse a maior parte dos votantes de Rangel ficariam em casa em vez de se darem ao trabalho de ir votar contra PPC (que seria, de resto, a única coisa que os moveria). E nem vale a pena especular quão trucidado seria AB por um Sócrates.

    Tens razão que nem todos os votantes de AB iriam para Rangel. De resto quanto a apoios de estruturas têm gente muito parecida com a de PPC, algo muito curioso.

    Quanto a visões supostamente maniqueístas, de uma campanha que não fez mais que diabolizar Rangel, também estamos conversados.

    Enfim, hoje isto acaba, as elites que apoiaram AB juntar-se-ão a Rangel ou para a sua liderança ou para ‘repensar’ no caso de vitória de PPC; AB continuará com os seus ressentimentos contra Rangel ou tornar-se-á (continuará) o mais fiel aliado de PPC caso este vença.

  10. Maria João Marques

    Rodrigo, nunca concordaremos nesta questão. De qualquer forma, se acabo a campanha com muito má impressão de AB (e estou muito acompanhada), e que não tinha quando começou a campanha, isso – claro – não se estende a ti nem ao trabalho (que admiro) que fizeste. Foste muito melhor do que o teu candidato.

  11. Maria João e Rodrigo,

    como sabeis não voto neste PSD (nem em Partido nenhum) e é o único Partido em que alguma vez votei logo em 85. Tudo isto é um bocado triste porque o PSD em que votei há vinte e cinco anos era o Partido de pessoas como nós os três: o profissional liberal, a empresária e o pequeno comerciante. Continuo a acreditar que lá dentro ainda existe esta tendência (adormecida) mas, seja como for, as facções que dominam hoje são o aparelho, os autarcas, os socialistas e o populismo de uma espécie de 3ª via tecnocrata. Vocês andam a perder tempo com um saco de gatos moribundo, essa coisa não vos merece.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.