Mistificação

O ministro das Finanças advertiu hoje os deputados para o risco de Portugal ser varrido pelas ondas de choque que estão a atravessar os mercados financeiros, caso o Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) não seja viabilizado.

Contrariamente ao que sugere Teixeira dos Santos o PEC não necessita ser viabilizado pela AR. A votação não terá capacidade de o aprovar ou suspender. Quando muito, poderia demonstrar a observadores externos o grau de consenso em torno de um documento cujo alcance é plurianual e cuja execução poderia transitar para a próxima legislatura. Como é do do conhecimento público não é esse o caso. O que o Ministro pretende é compromenter a oposição com opções cuja responsabilidade política cabe exclusivamente ao seu governo e que, segundo consta, não aí são consensuais. Para além do mais, como ontem referi, o mercado parece confiar mais na capacidade da Alemanha funcionar como avalistas dos nossos desmandos do que na nossa capacidade de os corrigir.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.