As baratas

A voz popular costuma dizer que as baratas herdarão a Terra depois de um desastre nuclear global. Pode ser um mito urbano, mas é certo que o triunfo das espécies não é indissociável do meio ambiente (com tudo o que isso tem de volátil), como sabe qualquer pessoa que entende um pouco mais de evolucionismo do que o “suficiente” para falar de guerrinhas em escolas do Kansas. A III República criou as condições ideais — o desastre nuclear de Portugal — para que uma espécie de gente reles, sem o menor sinal de carácter, conquistasse o poder. O primeiro passo é livrar o Estado das suas garras, mas depois há que fazer algo pelas débeis instituições. Caso contrário, voltarão em força. Como as baratas.

4 pensamentos sobre “As baratas

  1. Tomás Belchior

    Great minds think alike… 🙂

    Se calhar devíamos começar a usar o Google Wave para escrever este blog. 🙂

    Enfim, não há grande problema, afinal de contas é uma mensagem que precisa de ser repetida.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.