Birras

Ontem perguntavam-me  porque é que os partidos da oposição simplesmente não deixavam caír esta proposta de lei de que falava na televisão o ministro das finanças. Calavam o Dr. Teixeira dos Santos e o respectivo coro, afirmava quem me consultava.

A resposta que dei não é simples mas fica mais clara com uma comparação. Tive uma namorada, que farta do dito namoro, usava cada pequena desculpa para fazer uma birra. Depois da 10ª cedência lá acabei por perceber que o problema não era eu ter chegado 2 minutos atrasado. A menina queria acabar com o namoro, mas não queria ser “a má da fita”. Era mais fácil para ela tornar as coisas tão difíceis que fosse eu a propor o fim da coisa. Ou isso, ou um “comum acordo”.

O PS quer saír dos comandos de um barco que está na situação do Titanic. Iceberg à vista, sem travões e em rota de colisão. Quando era tempo de mudar de rumo ou de travar não o quis. Eram todos malucos e mal intencionados. Quer saír, mas, guiado por mestres da imagem e da comunicaçao, não quer saír de qualquer maneira. Terá de saír por cima. Tal como a minha ex-namorada terá de ser uma vítima, ou, na pior das hipóteses a saída terá de ser obra de um destino incontornável e consensual.

Se a oposição recuasse, ganharia alguma coisa com isso? Não. O Ministro e coro viriam para o terreno alardeando o seu sentido de responsabilidade e a sua determinação. Dias depois viria nova Birra. Adivinham-se projectos lei todas as semanas que têm impacto no orçamento. Todas e qualquer uma não proposta pelo PS serão bons cenários de Birra. De Birra em Birra, melhorando a imagem de vítima responsável e determinada até à saída honrosa.

A oposição não pode ceder. Tem de lembrar que esta é apenas uma birra. Lembrar o país do buraco em que estamos e que essa é  e será a mãe de todas as birras. Têm de saír perdendo a face que já não têm há muito tempo.

2 pensamentos sobre “Birras

  1. As últimas notícias apenas confirmam que o falso engenheiro é alguém indigno de continuar à frente do Governo de Portugal.
    Ao longo de séculos, milhares de pessoas sacrificaram-se e deram mesmo a vida por este País.
    É em nome desses heróis e também dos nossos filhos e netos que não podemos consentir que os destinos de Portugal estejam nas mãos de um escroque.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.