Mais uns que ficaram convencidos

Diário Económico

Na reacção ao Orçamento para este ano, a Moody’s afirmou hoje que Portugal ainda precisa de apresentar um “plano credível para baixar o défice” e assim conseguir evitar mais pressões sobre o ‘rating’.(…)

Diz a agência de ‘rating’, citada pela Bloomberg, que estes números “não só significam que a extensão da consolidação orçamental necessária para restaurar a saúde das contas públicas é muito maior do que antes, como também representa uma maior erosão da sustentabilidade de endividamento de Portugal em relação aos seus pares, sobretudo os da zona euro”.

O vice-presidente da agência de ‘rating’ Anthony Thomas, vai mais longe, e diz mesmo que “o Governo [português] já não pode ser descrito como tendo uma dívida relativamente baixa”.

LEITURAS COMPLEMENTARES: 8.3%; E agora, José?; O orçamento de 2010 em poucas palavras; Ilusão e realidade

Um pensamento sobre “Mais uns que ficaram convencidos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.