Como é que se diz “bolha” em chinês?

Bloomberg

China’s economy is overheating as asset bubbles and inflation pressures build, posing a “major risk” to global growth, the World Economic Forum said.(…)

China’s property prices rose at the fastest pace in 18 months in December, highlighting the government’s struggle to rein in speculation while maintaining economic growth, data showed today. The nation’s authorities this week raised the proportion of deposits that banks must set aside as reserves in a bid to cool the economy.

“The Chinese economy is in the process of overheating,” Hofmann said. “The result of the monetary stimulus was a credit expansion of 30 percent in a year alone,” and “large cities like Shanghai and Beijing saw houses price increase more than 60 percent in 2009 alone.”

Ainda a propósito da China e de políticas keynesianas, leiam este post de Mario Rizzo acerca das críticas de Paul Krugman à política cambial chinesa.

17 pensamentos sobre “Como é que se diz “bolha” em chinês?

  1. independetemente do imobiliário e sem entrar em grandes considerações há ali uma crise latente que o tipo tenta minimizar que é a subavaliação do yuan. O ajustamento vai doer muito.

  2. “O ajustamento vai doer muito.”

    Quando é que vai ser então? Que também há ciclo económico na China já se sabe, o Mises não falha. Basta o ano. 2010? 2011? 2015?

  3. Lembrei-me desta entrevista, não sei porquê.

    INTERVIEWER: Some of those debates became very, very heated. I think [Ludwig] von Mises once stormed out.

    MILTON FRIEDMAN: Oh, yes, he did. Yes, in the middle of a debate on the subject of distribution of income, in which you had people who you would hardly call socialist or egalitarian — people like Lionel Robbins, like George Stigler, like Frank Knight, like myself — Mises got up and said, “You’re all a bunch of socialists,” and walked right out of the room. (laughs) But Mises was a person of very strong views and rather intolerant about any differences of opinion.

    INTERVIEWER: What was Hayek’s personal style? What was he like personally?

    MILTON FRIEDMAN: Oh, personally Hayek was a lovely man, a pure intellectual. He was seriously interested in the truth and in understanding. He differed very much in this way from Mises. There was none of that same kind of manner. He accepted disagreement and wanted to argue, wanted to reason about it and discuss it. He was a very cultured and delightful companion on any occasion. … I must say, he undoubtedly was the dominant figure in all of the Mont Pelerin meetings for many, many years.

  4. Alguém me pode dar o link para o calendário Misesiano? Anda aqui um gajo feito parvo a pensar se há-de shortar ou não e afinal esta porra tem data marcada para rebentar?

  5. “afinal esta porra tem data marcada para rebentar?”

    Resumindo:

    1-existe um ciclo económico
    2-os bancos centrais imprimem dinheiro
    3-nalguns dias o preço do ouro sobre

    Corolário de 2: é tão mau o BCE como o “banco central” do zimbabwe

  6. Bubble warning Why assets are overvalued“.

    Capa da “The Economist” desta semana.

    Relativamente ao comentário 9 e seguintes, aconselharia igualmente uma leitura pelo último escrito de Ron Paul “End The Fed”.

  7. CN

    Friedman como muitos outros abusava da gentileza pessoal de Hayek evocando essa gentileza como se fosse um argumento de alguém que em tese não rejeitava todos os erros de keynesianos e monetarista.

    Hayek simplesmente destruiu todo e qualquer resquício de validade do Keynesianismo, mas nos seus modos até parecia que não. Já Lionel Robbins converteu-se de misesano e Hayekiano para Keynes porque a maré mudou, todas as universidades adoptaram o keynesianismo e era importante estar na onda, além disso a personalidade pessoal de Keynes “encantava” muitos.

    E claro, Mises que teve um combate individual afastado para fora do “maistream”, coisa que nem todos estarão preparados para o fazer, é atirado por Friedman para uma espécie de “curiosidade”.

    Que Mises se tenha irritado com uma discussão sobre redistribuição de rendimento na presença de Friedman fica na história, tal com ter sido Friedman o autor da implementação do IRS com retenção nos EUA.

    Não é assim, chegará o tempo que o keynesianismo e algumas linhas do monetarismo e do teoria de capital de Frank Night (não é teoria nenhuma na verdade, é uma rejeição de que o capital não é heterogéneo, e ser heterogéneo é condição necessária para a validade da teoria austríaca dos ciclos económicas) será apenas um apontamento de curiosidade. Hayek fez a crítica directa de Frank Kight e chamou-lhe até de mística. Hayek , claro, foi pessimamente mal tratado no seu tempo em Chicago.

  8. Gosto sempre quando a refutação da Escola Austriaca se baseia na (reconhecidamente difícil) personalidade de Ludwig von Mises. É demonstrativo da qualdiade dos argumentos.

  9. Pingback: Como é que se diz “bolha” em chinês? (II) « O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.