Ó Gaspar, vai-te catar

Mete nojo o texto hoje escrito pelo Miguel Gaspar, no Público, sobre Vaclav Klaus e a sua “teimosia” em não assinar o Tratado de Lisboa. Diz ele: “sozinho contra a evidência, sozinho contra a História, sozinho contra um continente: é esta a teimosia do homem [Vaclav Klaus] que queria destruir o Tratado de Lisboa”.

Mas onde é que este idiota vai buscar a ideia de que o continente europeu (pressupondo que se refere à maioria da população do dito) quer a porcaria do tratado e que a teimosia de Klaus tem contrariado esta vontade? Só na sua cabecinha, certamente poluída com balelas progressistas (a UE seguindo o sentido da “História”) e mitos grandiloquentes (a UE como uma “evidência”!, o paradigma do Bem na Política Democrática em grande escala, promotora da Paz e do Desenvolvimento).

Não acredito que o Miguel Gaspar desconheça que se não fossem os governos a inviabilizarem a realização de referendos, o tratado já estaria morto e enterrado há muito. É triste ver a nossa elite intelectual (salvo seja), representada pela totalidade da nossa classe política e pela grande maioria dos jornalistas, submissa e entregue à vontade dos governos que não fazem mais do que seguir a vontade da História…

Este Gaspar ainda tem o desplante de chamar “casmurro” a Vaclav Klaus por – pasme-se – ser um céptico do aquecimento global! Vamos lá ver, com jornalistas destes não precisamos de jornalismo para nada. Se fossem para o desemprego, não se perdia nada.

4 pensamentos sobre “Ó Gaspar, vai-te catar

  1. ah ah ah, vai-te catar, gaspar. magnífico.

    quanto ao aquecimento global, estou com o gaspar. todos sabem perfeitamente (aliás, cientificamente) que se não implantarmos Kyoto, vamos ser todos submergidos, devido ao derretimento do polo norte. e os ursos polares (tão fofinhos, coitadinhos) vão desaparecer, para sempre! que faríamos nós sem ursos polares? conseguem imaginar a vossa vida sem ursos polares? uns insensíveis, estes negacionistas climáticos.

  2. JJ Pereira

    Esse Gaspar deve ser , tem de ser, uma vítima da sua pouca idade e, concomitantemente, do “ensino” que lhe ministraram
    Mesmo assim, impressiona a estridente ignorância ( e a incompreensão total) face à história recente do continente europeu.

  3. Carlos "anti-Obama" Sacramento

    “conseguem imaginar a vossa vida sem ursos polares? uns insensíveis, estes negacionistas climáticos”

    Eu nao consigo imaginar a minha vida sem ursos como o Miguel Gaspar, Ana Gomes, Mário Soares, Fernanda Cancio e afins pois de outro modo nao conseguiria rir tanto com tamanha burrice e irracionalidade 🙂

  4. Não é o texto do Gaspar que mete nojo, é o próprio. Tal como o pasquim para onde ele escreve. Uma coisa cada vez mais insuportável. Agora, por motivos familiares, tenho de o comprar ao Sábado (por causa da pantera-Cor-de-Rosa para os sobrinhos) e levo uns quinze minutos a lê-lo. Cada vez mais politicamente correcto. E quando a Bárbara Reis for directora então vai ser indescritível.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.