Em Setúbal

Vitória da presidente em exercício que tinha substituido o presidente eleito num processo muito polémico. Como se previao PSD teve um péssimo resultado. Perdeu o histórico 2º lugar ganho em 2005 (e a possibilidade de ganhar agora) graças à desastrada candidatura de Fenando Negrão nas intercalares de Lisboa. No Bloco manteve-se a regra. Não conseguiu reproduzir o resultado das legislativas ficando em 3º a poucos votos do CDS que aumentou bastante a votação.

A nível das freguesias o PS ganhou duas. Uma ou PCP e outra ao PSD (não tinha ganho nada). O PSD perde votos para o PS e para o CDS que ganhou dois quatro representantes (não tinha nenhum). Numa das freguesias de Azeitão ganhou uma lista independente. Como em muitos outros casos era a presidente eleita Em 2005 tinha sido eleita numa freguesia vizinha. Mas o que é interessante é que tendo sido eleita em 2005 pelo PCP foi agora buscar votos, principalmente, ao PS e PSD

ADENDA: Por esquecimento, faltou dizer que o meu amigo Ricardo será o novo presidente da AM. Não votei nele mas dou-lhe os parabéns.

6 pensamentos sobre “Em Setúbal

  1. BB

    “Como em muitos outros casos era a presidente eleita”

    Miguel,
    Está enganado! Era a Presidente eleita em outra freguesia que não a freguesia que agora se candidatou.

  2. È capaz. Mas vi isso algures num jornal digital em que dizia que era da mesma freguesia. De quaquer forma, não tinha sido eleita pelo PCP?

  3. BB

    Sim, tinha sido eleita pelo PCP no mandato anterior para a Junta de São Simão e agora foi eleita como independente para a Junta de São Lourenço.

    Já que és tão rigoroso com o que o Eng. Pinto de Sousa diz, convém também seres rigoroso com o que escreves… 🙂

  4. “Numa das freguesias de Azeitão ganhou uma lista independente. Como em muitos outros casos era a presidente eleita. Mas o que é interessante é que tendo sido eleita em 2005 pelo PCP foi agora buscar votos, principalmente, ao PS e PSD”.

    Não é verdade no que se refere à eleição para a assembleia de freguesia de São Lourenço. O PCP perdeu aqui cerca 10% de votos em relação às ultimas eleições para a assembleia de São Lourenço. Votos que foram transferidos para a candidatura independente “Grupo de Cidadãos”, protagonizada pela antiga presidente da Junta de São Simão, que deixou de ser militante do PCP.
    Nestas autárquicas, o PCP não perdeu apenas para o PS, mas também para os “independentes” (vide Sines).
    Voltando a Setúbal, caso o PSD e o CDS tivessem feito coligação, muito provavelmente não haveria maioria absoluta da CDU na Câmara Municipal. É só fazer as contas (Método d´Hondt).

  5. O caso do CDS é interessante. Ao contrário do que é comum, não houve voto útil. Parece-me que se deve à rejeição do candidato do PSD que foi muitissimo mal escolhido.

    Quanto a S.Lourenço, eu não disse que não houve transferência de votos do PCP. O que disse foi que a candidatura independente tinha beneficiado principalmente de votos que anteriormente eram do PS e do PSD. Os 10% que o PCP perdeu só por si não lhe garantiam a vitória.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.