A declaração de Cavaco

Cavaco Silva veio dizer, muito claramente, que dirigentes do PS e gente ligada ao Governo tinha feito circular notícias com o propósito de o fragilizar e de distrair os portugueses da campanha eleitoral. Até aqui, nada a apontar ao Presidente da República. É evidente que foi esse o objectivo da manobra, logo no início e muito claramente aquando da “notícia” do DN. Mas, ao demitir Fernando Lima (deixando assentar na cabeça das pessoas a ideia de que ele tinha feito algo de errado), e não dizendo o que hoje disse antes das eleições, Cavaco deixou que essa manobra atingisse os seus objectivos. Tal como ao longo do seu mandato, Cavaco assistiu impávido e sereno á falta de vergonha deste Governo, e às suas actividades pouco lícitas. Agora vem, com toda a razão, apontar o carácter duvidoso das pessoas que nos governam. Pena que seja tarde demais. O seu silêncio (deixando a declaração de hoje para depois das eleições) e a sua acção (demitindo Lima) permitiram a vitória dos que “ultrapassaram os limites da moral e da decência”. Falou demasiado tarde.

23 pensamentos sobre “A declaração de Cavaco

  1. José Barros

    Evidente. Falhou nas suas funções e por isso não terá o apoio de quem nele votou para a reeleição. O que é grave, porque poderemos ter que aturar o Alegre a partir de 2010.

  2. Luis

    Cronologia:

    1)Abril ou Maio de 2008 – Lima sopra uma notícia ao Público, dizendo-se mandatado pelo PR que fica congelada. Culpa do PS, evidentemente.

    2) Agosto 2009 – Semanário noticia que assessores do PR estão a colaborar no programa do PSD – notícia reproduzida no site oficial do PSD. Vulnerabilidades do sistema informático do PSD, certamente.

    3) Agosto 2009 – Dirigentes do PS (José Junqueiro quem ?) dão conta desse facto e reagem. Estraaaaaanho.

    4) Agosto 2009 – Público: notícia nunca desmentida de suspeitas de vigilância à PR. (prova evidente de “manipulação pelo PS” e de “tentativa de colagem do PR ao PSD”. Malvado José Manuel Fernandes que se deixou instrumentalizar por uma fonte AUTORIZADA de Belém para fazer o jogo do PS. Esperem, agora fiquei um bocado confuso.

    5) Setembro 2009 – DN publica mail do Público. Depois de uns ensaios patéticos do JMF(a intrusão das secretas… lindo!!) o PR diz que vai obter esclarecimentos sobre questões de segurança. Parece que a PC Clinic e a Chip7 estavam com a agenda cheia.

    6) Setembro 2009 – Declaração patética do PR, fingindo ignorar a cronologia dos factos.

  3. Carlos Duarte

    Caro Luis,

    A propaganda é uma coisa linda…

    1) Falso e desmentido ontem.

    2) Aparentemente falso e a “notícia reproduzida” foi apenas feita de forma automática com um agregador. Se não sabe o que isso é, informe-se.

    3) Sim e?

    4) Fonte autorizada? Fonte da Casa Civil, não fonte do PR. Leia o editorial de hoje do Público.

    5) Email obviamente fabricado e publicado pelo orgão oficial do PS

    6) No comments.

  4. Luis

    Caro Miguel,

    De facto, é. E mais bonita ainda para quem está desesperadamente à espera de uma bóia para se agarrar. Faz lembrar o Pacheco.

    1)Sejamos rigorosos:o PR desmentiu que os assessores tenham dito estar mandatados pelo PR. Já o JMF diz ter 2 fontes autorizadas de Belém. É chato.

    2)Sei o que é um agregador – o que não altera o facto de a notícia existir, ser pública e estar no site do PSD, o que a torna credível aos olhos de terceiros. Não é relevante se a notícia é de facto verdadeira – a opinião emitida pelos “altos dirigentes do PS” surge em resposta a uma notícia com aparente credibilidade.

    3)E nada. Mas é, ao que parece, o fulcro das acusações de “manipulação”.

    4)Fonte “oficial” da Presidência. Leia o editorial de hoje do Público.

    5)Obviamente fabricado. Mas parece que houve intrusão das secretas para o obter. Não, espera, isso não dá. Vamos lá, desde o início: é obviamente falso mas foi obtido nos servidores do Público. Não. De novo: Falso, claro, mas só em parte. Qual? Não interessa.

    6) Sim, de facto, sem comentários.

  5. Não fique nervoso caro “abrantes”. E para a próxima verifique as opiniões da pessoa com quem está a falar. Presumo que a “boia” seja uma alusão às férias interrompidas.

  6. Carlos Duarte

    Caro Luis,

    1) Não, não diz. Diz ter fontes OFICIAIS.

    4)”Para quem não se recordar, foi por causa dessas declarações de dirigentes socialistas que o PÚBLICO contactou os serviços da Presidência da República, onde uma fonte oficial se interrogou sobre se os assessores de Cavaco Silva não estariam a ser vigiados. O Presidente não desautorizou ontem os membros da Casa Civil que falaram ao PÚBLICO: disse que só ele fala em seu nome – ele os chefes da Casa Civil e da Casa Militar; e acrescentou que não constituía “crime” formular interrogações sobre as “declarações políticas de outrem”, nisso incluindo mesmo “as interrogações atribuídas a um membro da minha Casa Civil” “sobre como é que aqueles políticos sabiam dos passos dados por membros da Casa Civil da Presidência da República”.”

    5) Ai foi obtido nos servidores do Público? Como sabe?

  7. Luis

    Carlos :

    1)Sim, diz. Releia os editoriais de José Manuel Fernandes.

    4)Pois. Pena que não o tenha dito quando a notícia foi publicada.

    5)Eu não o disse-o JMF é que o sugeriu (as intrusões das secretas, lembra-se?). Claro que entretanto já surgiram notícias a dar conta de que tinha sido identificado o computador que imprimiu o mail. De resto, para o Miguel, é “obviamente fabricado”, mas o PR ficou preocupado com a possibilidade de os mails dele serem vasculhados.

  8. Luis

    “O Carlos Duarte já tratou de si. De resto só tem andado às voltas.”

    ERRADO:

    “Há ano e meio que o PÚBLICO, através de vários jornalistas e de contactos estabelecidos por mim próprio, procurava recolher elementos para sustentar as informações dispersas que chegavam ao jornal relativas à existência de uma tensão entre Belém e São Bento que tinha ultrapassado o patamar da divergência política normal para se situar no da desconfiança sobre os métodos seguidos pelo gabinete do PM. (…) Nunca estivemos em condições de o noticiar, pois consideramos que não devemos utilizar fontes anónimas quando os visados desmentem em on as informações e não possuímos provas materiais. (…) Na véspera da saída da primeira notícia, um membro da Casa Civil do PR confirmou formalmente ao PÚBLICO uma das várias informações de que há muito tínhamos conhecimento. (…) Como jornalistas a nossa opção só podia ser uma: no dia em que uma fonte autorizada da Casa Civil do PR assume que no Palácio de Belém se suspeita de que o Governo montou um sistema para vigiar os movimentos do Presidente, essa informação tem uma tal importância e gravidade que só podia ter o destaque que teve. Pessoalmente acompanhei este processo e, como o Livro de Estilo prevê, (…) inteirei-me da fiabilidade das fontes e dei luz verde à publicação da notícia.”

    Adivinhe quem escreveu ?

  9. Luis

    Só para destacar:

    “(..)no dia em que uma fonte autorizada da Casa Civil do PR (..)”

    Agora, esqueça o resto das suas parvoíces e volte lá para as suas teorias da conspiração.

  10. Carlos Duarte

    Caro Luis,

    Uma fonte autorizada da Casa Civil (portanto, supõe-se, autorizada pelo Chefe da Casa Civil) NÃO É uma fonte autorizada pelo Presidente da República.

    A título de exemplo, uma fonta autorizada pelo Ministério das Obras Públicas NÃO É uma fonte autorizada pelo Primeiro-Ministro.

  11. Luis

    “Uma fonte autorizada da Casa Civil (portanto, supõe-se, autorizada pelo Chefe da Casa Civil) NÃO É uma fonte autorizada pelo Presidente da República.”

    Claro. Pena desdizer o PR.

  12. Luis

    “Ai foi obtido nos servidores do Público? Como sabe?”

    “Email obviamente fabricado e publicado pelo orgão oficial do PS”

    Para memória futura: ontem, na Quadratura do Círculo, Lobo Xavier reconhece a autenticidade do e-mail – o tal, o “obviamente fabricado”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.