Caridade à custa dos senhorios

socialism

Rendas de contratos posteriores a 1980 ficam congeladas em 2010

9 pensamentos sobre “Caridade à custa dos senhorios

  1. Marcos Garrido

    Isto é uma peça de péssimo jornalismo.

    Utilizar a palavra “congelada” tem um significado jurídico muito distinto daquilo que se passa na realidade.

    Todos os anos as rendas são aumentadas segundo a inflação verificada. Este ano não é diferente: se a inflação foi zero então as rendas “sobem” zero. Não há que sequer dar relevância ao assunto. É uma não-notícia.

  2. Um sistema que tabela os aumentos é socialista. Nem há discussão sobre isso.
    Quem decide o aumento são os políticos e não o mercado. É por causa destas intromissões que temos tantos prédios degradados nos centros das cidades e que o mercado de arrendamento é tão incipiente

  3. E se a tabela que o Estado impõe sobre os preços de arrendamento não chega para recuperares o teu imóvel ainda te habilitas a ser expropriado para o Estado poder fazer as obras que te impediu de fazer.

    Mai nada!

  4. Xico Metralha

    Caridade à custa dos senhorios? Mas que caridade? Será justo que, no mesmo prédio, inquilinos paguem de renda 60 euros e outros mais de 500 e com menos uma divisão? É por estas que há quem tenha carro, segunda casa, passe férias fora e os que pagam mais de 500 euros vêm-se à rasca para pagar a renda porque têm 600 de ordenado… Aumenta mais o valor das rendas que os ordenados. E fala em caridade?

  5. O problema é que existem cerca de 300.000 rendas de “60 euros”. Logo, que já não beneficia desse regime paga rendas mais altas para as compensar as que não podem ser aumentadas.

  6. Xico, que confusão. Obviamente a caridade é a pensar nos que pagam 60 e não nos que pagam 500. Se o preço fosse livremente determinado pelo mercado haveria mais oferta para novos arrendatários… mais oferta -> preços mais baixos -> rendas mais baixas para a generalidade da população.

    Claro que para isso é preciso parar de subsidiar legislativamente os que têm rendas de 60 à custa dos que pagam 500.

  7. Aires

    “Caridade”?? Penso que o uso desta palavra no comentario do Sro Xico Metralha nao e correcto. Caridade, na minha maneira de ver, e uma accao feita de livre vontade. No caso de rendas antigas (60 Euros)o “Acto” nao e feito de livre vontade, mas sim forcado pelo Governo. Isto nao e “caridade” mas sim uma injustica. Injustica essa que e criada por politicos que recuzam aceitar a responsibilidade que o Governo tem de ser justos para com todos os seus cidadoes.

    “Caridade” I don’t think so. As the saying goes ” Lets call a spade a spade” This is a gross injustice.

  8. Beatriz Santos

    Concordo plenamente com o comentário do Sr Aires, mas também com as palavras do Sr Xico Metralha. é uma vergonha, eu por exemplo pago de renda em São Domingos de Rana/Cascais tm T2 onde eu vivo com a minha mãe 600 euros e tenho no mesma casa que é Vivenda/Moradia, duas famílias a pagar uma 10 euros , e a outra paga 35 euros de renda; e o pior disto tudo é que esses inquilinos q aqui vivem acham-se os comproprietários do imóvel…Realmente não deixa de ser caricato para não dizer TRISTE e LAMENTÁVEL…só porque vivem nesta moradia há 40 anos.Então e o Proprietário? Sendo assim, só pq vivem há 40 anos com contrato e congelaram as rendas há mais de 30 anos,acham-se donos…Já agora o imóvel está em bom estado de conservação muito embora foi construído há mais de 60 anos…mas EU PAGO PARA ESSES EXPLRADORES DO SUOR ALHEIO…É CASO PARA DIZER…NEM NA REPÚBLICA DAS BANANAS vê-se uma coisa assim…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.