Efeito Páscoa

easter_bunny

Até que ponto o crescimento inesperado do PIB no segundo trimestre face ao primeiro será explicado pelo facto da Páscoa ter sido em Abril? No ano passado caiu no primeiro trimestre e, na altura, ficou-se a saber que os dados do INE não são normalmente ajustados para sazonalidade por causa da Páscoa. Se fossem, o efeito até poderia ser ao contrário, pois existe a percepção cá pelo burgo de que menos dias úteis deprimem a actividade económica; noutros locais, como a Alemanha ou a Áustria, acham o contrário.

Segundo o INE, a recuperação deve-se essencialmente ao consumo privado corrente. Os restantes indicadores são quase todos piores, ou quanto muito “menos negativos”. Consumo privado corrente parece ser justamente o que poderia aumentar com um fim de semana comprido na praia.

2 pensamentos sobre “Efeito Páscoa

  1. “existe a percepção cá pelo burgo de que menos dias úteis deprimem a actividade económica”

    Miguel,
    Da minha experiência, diria que haver num determinado período, “menos dias úteis”, expande com algum significado o consumo. É preciso por isso algum cuidado com a “sazonalidade” de pontes e feriados (especialmente os móveis) na análise e previsão de dados relacionados com consumo (pelo menos).

  2. Pingback: 0,1% do PIB acabam com pior crise em 80 anos « BLASFÉMIAS

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.