Alerta amarelo

“Russia, India question dollar reliance before [G8] summit” (Bloomberg):

Russia and India said the world economy is too reliant on the U.S. dollar and called for changes in how $6.5 trillion in currency reserves are managed, as Group of Eight leaders prepare to meet this week.

Claro que tal não quer dizer que aqueles países desejam optar por verdadeiras reservas de valor. Apenas pretendem diversificar para outras moedas fiduciárias. De qualquer modo, más notícias para a economia americana.

Nota: no artigo referenciado, recorre-se ao “Dilema do Prisioneiro” para demonstrar que se cada país agir no seu próprio interesse, as consequências para todos serão piores que uma acção coordenada. Não necessariamente! Os primeiros a investir em reservas não fiduciárias – como ouro e prata – serão aqueles que melhor podem ultrapassar a esperada crise do dólar (face à continuada política inflacionista dos EUA).

9 pensamentos sobre “Alerta amarelo

  1. As reservas não fiduciárias (tal e qual como as reservas fiduciárias) só têm valor se todos os outros concordarem connosco em dar-lhes valor.

    Por exemplo, no século 18 era comum, no Sul dos E.U.A., utilizar tabaco como reserva não fiduciária. Hoje em dia poder-se-ia voltar a fazer o mesmo, mas provavelmente a utilidade de tal reserva não fiduciária seria nula, dado que ninguém concordaria em dar valor ao tabaco.

    O ouro e a prata são a mesma coisa: só têm utilidade enquanto reservas não fiduciárias se outros países concordarem em atribuir-lhes valor.

    Já agora, segundo julgo saber, atualmente o cobre seria de facto uma reserva não fiduciária melhor do que o ouro ou a prata, já que o preço do cobre tem nos últimos anos subido mais do que os do ouro ou da prata.

  2. É claro que o ouro seria uma excelente reserva não fiduciária para a Rússia, que poderia produzir essa reserva não fiduciária com quase tanta facilidade como os EUA atualmente produzem a reserva fiduciária dólar.

    Outros países extremamente ricos e estáveis também ficariam contentes com estas reservas não fiduciárias. Por exemplo, o ouro serviria perfeitamente ao Gabão. E o camarada Evo Morales estará já a pensar em acumular a reserva não fiduciária prata.

  3. “O ouro e a prata (…) só têm utilidade enquanto reservas não fiduciárias se outros países concordarem em atribuir-lhes valor.”

    O que ainda acontece (ver, por exemplo, tendência da cotação do ouro na última década). Menos com entidades governamentais (“países”), mais com investidores privados.

  4. “o ouro seria uma excelente reserva não fiduciária para a Rússia, que poderia produzir essa reserva não fiduciária com quase tanta facilidade como os EUA atualmente produzem a reserva fiduciária dólar.” [meu destaque]

    LOL
    A extracção de minério é tão fácil como “imprimir” moeda???

  5. Utilizar o cobre como moeda é uma má ideia por várias razões mas principalmente porque é “barato” e porque tem muitas aplicações industriais. Se lhe for atribuido um valor de moeda então o seu preço dispara e a ultimca coisa que eu quero é um qualquer cromo a destruir-me a linha telefónica para limpar o fio de cobre.

    O ouro e a prata foram moedas reconhecidas em todo o mundo e não foi porque os governos se juntaram todos numa reunião à porta fechada para assim o decidirem mas porque as populações, depois de séculos de evolução no comércio, chegaram à conclusão que eram os metais mais práticos para tomarem esta função.

    O ouro é moeda porque o mercado assim o decidiu e deixou de ser porque o Estado assim o impôs. O Estado que nos deixe em liberdade escolher uma moeda e com uma confiança de 99% te digo que ouro ou prata será a moeda escolhida.

  6. “a última coisa que eu quero é um qualquer cromo a destruir-me a linha telefónica para limpar o fio de cobre”

    Já hoje tem. Tem cromos que cortam as linhas telefónicas para recuperar o cobre, e tem cromos que cortam os placards das auto-estradas para recuperar o alumínio.

    Deixando de parte este pormenor, você tem razão, o cobre é má moeda porque tem aplicações industriais.

    Entretanto, o meu outro argumento mantem-se, o ouro e a prata são más moedas porque são produzidos em minas. Foi o facto de o sistema financeiro se apoiar no ouro e na prata que corrompeu a economia espanhola no século 16 e 17 (e a portuguesa no século 18), com a inflação provocada pela exploração de minas na América Latina.

  7. “Entretanto, o meu outro argumento mantem-se, o ouro e a prata são más moedas porque são produzidos em minas. Foi o facto de o sistema financeiro se apoiar no ouro e na prata que corrompeu a economia espanhola no século 16 e 17 (e a portuguesa no século 18), com a inflação provocada pela exploração de minas na América Latina.”

    Isso é apenas metade da história. Houve claramente inflação devido à nova quantidade de metais disponíveis mas os efeitos mais destruidores foram mais uma vez causados pelas manápulas bem à mostra do Estado quando inventou uma quantidade de leis a limitar a exportação do ouro para o estrangeiro.

    É um fenómeno bem conhecido documentado até por Adam Smith na sua “biblia”. Se não me falha a memória até é Adam Smith que descreve lisboa como “os faqueiros mais bonitos da europa [todos feitos em ouro] que nenhuma utilidade têm [pois não havia comida]”. Isto deve-se à intervenção do estado que, tal como hoje em dia, confundio moeda com riqueza. Tivesse o rei quieto e teríamos exportado os efeitos inflacionários das novas minas para países que estavam interesados no nosso ouro em troca de bens e/ou serviços.

  8. Relativamente ao cobre não digo que o problema não existe mas como é obvio se for transformado em moeda legal por decreto vai agravar o problema uma vez que será mais rentavel.

  9. Justiniano

    “..De qualquer modo, más notícias para a economia americana.”
    Depende da perspectiva…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.