Merkel for the Fed

O Wall Street Journal faz um rasgado elogio a Angela Merkel a propósito das suas duras criticas às políticas seguidas pelos bancos centrais.

Usually when a politician lobbies a central bank, it’s to demand easier money. We can’t recall a similar tight-money intervention from a national leader, save perhaps Ronald Reagan’s quiet support for Paul Volcker in the 1980s. Mrs. Merkel may have been channeling Ludwig Erhard, the great Chancellor whose hard-money policies helped to catapult the German economy from the ruins of World War II. Looking further back, she no doubt knows that the Weimer inflation of the 1920s paved the way for Hitler.

Um pensamento sobre “Merkel for the Fed

  1. CN

    Umas nuances:

    Na Wiki: “Hitler appealed to the bulk of German farmers, war veterans and the middle class, who had been hard-hit by both the inflation of the 1920s and the unemployment of the Depression.”

    Ironicamente tiveram deflação em 31/32 altura em que Hitler está prestes a subir ao poder. A deflação resulta de muito menos intervencionismo dos alemães que Roosevelt (precisamente por terem criado anti-corpos com a hiper-inflação não houve tentativa de “reflação”…além de que apanha a alemanha com um governo fraco e sem capacidade para… intervir… ironia, como Roosevelt desastrosamente fez ao tentar impedir que os preços caissem, que os salários baixassem, etc…), o que acabou a fazer com que a recuperação na Alemanha tenha sido muito rápida atingindo até o pleno emprego (de tal forma, que uma das intervenções posteriores foi o serviço obrigatório ao estado/etc dada a dificuldade em arranjar pessoas).

    Hitler chega ao poder (e antes de lá chegar ainda tinha um discurso tipo “private business oriented” e claro, anti-comunista) e só começa a intervir mais fortemente (incluindo a forte militarização) e cada vez mais um pouco mais tarde, mas auferindo do processo dessa muito mais rápida recuperação anterior, motivo pelo qual neo-nazis dizem que as “políticas de Hitler permitiram combater a Depressão”. Mas não.

    Todo o assunto é muito irónico e começa claro com a WWI.

    Fontes: 2 alemães do Mises Institute, Guido Hulsman e Hoppe.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.