E agora, Vital Moreira?

Luís Novais Tito

Agora com Sócrates e Guterres (pelo menos vi estes dois cartazes de manhã nas ruas de Lisboa) metidos ao barulho em cartazes de onde desapareceu Vital Moreira, acabou-se a anterior argumentação de que as Europeias deveriam ser para discutir a Europa.

Será que, depois das más prestações públicas do seu candidato, o PS está de facto a esconder Vital Moreira?

6 pensamentos sobre “E agora, Vital Moreira?

  1. Pingback: Cartazes retirados mas Vital continua… « O Insurgente

  2. Pingback: O “primeirodemaiogate” (2) « O Insurgente

  3. António Gomes

    Vital Moreira, foi, no Congresso do Partido Socialista, dado a conhecer
    como cabeça de lista deste partido nas próximas eleições eleições para o
    Parlamento Europeu.Vital Moreira é uma personalidade com um passado e um
    presente político conhecido de boa parte dos portugueses.
    O que, talvez, nem todos saibam *é que este mestre de Direito nutre um
    profundo desprezo pela classe docente, só comparável ao da actual Ministra
    da Educação*. De facto, em 18 de Novembro de 2008, no jornal “Público”,
    Vital Moreira faz um dos ataques mais rasteiros e mais odiosos que me foi
    dado ler em todo este processo de luta dos professores contra o actual
    sistema de avaliação. Que diz aí Vital Moreira? Basicamente quatro coisas, a
    saber:

    a)* Que não existe qualquer razão para que os professores não sejam
    avaliados para efeitos de progressão na carreira; *
    **
    b) *Que os professores não gozam de direito de veto em relação às leis do
    país, nem podem auto-isentarem-se do seu cumprimento, pelo que não é
    aceitável qualquer posição que implique resistência à aplicação do actual
    modelo de avaliação; *

    c) *Que o governo não pode ceder às exigências dos professores, devendo
    antes abrir processos disciplinares a todos aqueles que ponham em causa a
    concretização da avaliação dos docentes tal como foi congeminada pelo
    Ministério da Educação; *

    d) *Que o governo, na batalha contra os professores, deve esforçar-se
    por chamar a si a opinião pública, isolando, desta forma, a classe docente.*

    *Este é o pensamento de Vital Moreira, onde a sua veia caceteira surge bem
    expressa*. *Mas, mais do que isso, este texto, publicado no “Público”,
    revela-nos um verdadeiro guia político da acção do Ministério da
    Educaçãocontra os professores.
    *

    *Que cada colega não perca a memória e dê a devida resposta a este senhor
    nas eleições para o Parlamente Europeu, é o mínimo que está ao nosso
    alcance.*

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.