Na íntegra

Segundo o Expresso, o primeiro-ministro, José Sócrates, resolveu processar nove jornalistas. A novidade é que embora não tenha processado, que se saiba, Charles Smith e João Cabral que o chamam de “corrupto” , numa reunião com um administrador do Freeport, resolveu perseguir os jornalistas que deram a notícia. Para além do director da TVI, José Eduardo Moniz, e dos jornalistas Manuela Moura Guedes, Ana Leal e Carlos Enes, resolveu levar a tribunal o repórter de imagem Júlio Bagulho, provavelmente por ter filmado a fachada da polícia britânica. Não é caso para menos, quem filma o edifício onde trabalham os polícias que escreveram que José Sócrates é suspeito, deve ser exemplarmente castigado. O que preocupa o nosso pequeno e medíocre governante prepotente não é haver um alegado caso de corrupção ou um eventual aproveitamento da Smith and Pedro, do seu nome, para extorquir dinheiro a uma empresa. O que chateia o nosso primeiro-ministro é isso ser notícia. Se Sócrates tiver a maioria absoluta, podemos ficar cientes que vai fazer leis à sua medida, para conseguir uma justiça e comunicação social convenientemente amestradas.

Um excelente post de Nuno Ramos de Almeida.

2 pensamentos sobre “Na íntegra

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.