Uma resposta natural

Depois disto, espero “discursos”e comentários, manif’s espontâneas convocadas por quem normalmente está in, na linha da frente em demonizar o Estado de Israel. Esses mesmos que,  do lado da razão, se eriçam pela simples existência de Israel,  esses que estarão a salvo do justo braço do Hamas,Jihad&Co que nunca atacam investem contra civis. Matar? Só por engano, de forma isolada e casual. Ah e de uma forma artesanal.

O que é feito da proposta do Bloco de Esquerda em germinar Gaza com Lisboa? Sei que foi votada por unanimidade mas gostaria mesmo de saber se já está a produzir efeitos práticos: se já foram tapados alguns buracos nas ruas, se já foram trocadas imagens, peças de artesanato, intercâmbio de jovens, envio de empresários e agricultores… Alguém?..

Para memória futura ficam estes azares e para análise os frutos de uma possível aproximação dos norte-americanos ao Irão. Mas acho pouco provavel os Ayatholas irem em cantigas do yes we can.

6 pensamentos sobre “Uma resposta natural

  1. Nuno Gouveia

    Rui,
    O nome da vítima diz tudo: Shlomo Nativ. Achas que esses hipócritas se comovem com esse tipo de assassinatos?

  2. Diogo

    Acho uma vegonha apagarem comentários. Metem-me nojo, tanto por falta de seriedade como por falta de inteligência.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.