Indignações selectivas

Parece que não apreciar as empresas saltimbanco que vão saltitando e recebendo apoios sucessivos dos vários estados à procura de salários cada vez mais baixos é racismo.

Não, o Daniel Oliveira não está indignado com os estados que concedem apoios extraordinários a empresas estrangeiras para aliciar a sua deslocalização ou o seu investimento em detrimento de outros estados e populações, à custa dos contribuintes e da distorção do mercado laboral e da concorrência na venda dos produtos vendidos por essas empresas.

Não, a indignação do Daniel Oliveira é com as empresas que aceitam os subornos de estado e cumprem com os contratos ocasionalmente associados a estes e com as leis que lhes são impostas, para com os ultra-liberais, e para com aqueles que acham que reclamar de um “direito nacional” ao emprego nessa empresa em detrimento de alternativos e putativos trabalhadores de um outro país é uma forma de xenofobia.

Go figure.

7 pensamentos sobre “Indignações selectivas

  1. Tem o Daniel muita razão. Como devia saber não são apenas os custos laborais que ditam a deslocalização mas também e sobretudo a subvenção pública. Ora esta subvenção tem contrapartidas por parte das empresas estrangeiras que as mais das vezes não são cumpridas por parte de empresas estrangeiras. Além disso, como expliquei já em sítio certo, essa percepção que defende encoraja o desemprego e pretende que a UE é uma coisa que efectivamente ela não é.
    É assim tão difícil perceber isto?

  2. Sim RAF, eu sei. Mas eu expliquei de-va-ga-ri-nho. E local próprio. Mas agora estou feliz com o meu novo compincha Carlos Pinto. Que acha que as empresas estrangeiras vêm acabar com o mercado das portuguesas. Vamos lá gritar pelo comércio justo??

  3. Carlos Guimarães Pinto

    “Mas agora estou feliz com o meu novo compincha Carlos Pinto”

    Explique-me lá devagarinho esta, a ver se eu entendo.

  4. Eu até gosto de ler o Carlos Santos porque os Danieis Oliveiras, por norma, nao conseguem discutir estes assuntos ao mesmo nível (digamos, técnico, não no sentido de elegância da disucssão).

    Mas esta felicidade e entusiasmo por ter apanhado o JLP em contradição (que também me escapa) começa a ser hilariante. Hoje deve haver festa lá em casa pela noite dentro.

    Começo a suspeitar que o Carlos Santos anda a ser pago pelo Augusto Santos Silva.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.