E agora?

A estimativa avançada pelo BdP para o crescimento do PIB no 4º trismestre de 2008 (note-se que ainda poderá ser revista) deixa pouca margem para fantasias. A previsão do governo para 2009 (-0.8%) dificilmente será alcançada.

Um último pormenor para quem ainda esperava por um “prémio de consolação”. A “Economia portuguesa regist[ou o] terceiro pior desempenho entre os países da UE” no 4º trimestre de 2008.

ADENDA: Silva Lopes e Bagão Félix prevêm uma redução de 2% do PIB em 2009. Na prática, não diferem muito das estimativas avançadas pela Comissão Europeia e pela Economist há cerca de um mês.

Anúncios

12 pensamentos sobre “E agora?

  1. O descalabro é tremendo
    com a economia a definhar,
    neste (des)Governo sem remendo
    não podemos confiar.

    O mexilhão está mesmo lixado
    com o tamanho da derrocada,
    ficará mais desgraçado
    com esta política rosada!

  2. “Um último pormenor para quem ainda esperava por um “prémio de consolação. A “Economia portuguesa regist[ou o] terceiro pior desempenho entre os países da UE” no 4º trimestre de 2008.”

    É natural: depois de tantos anos a crescer a taxas fortíssimas…

    Felizmente o Governo vai tentar algo nunca visto nas últimas décadas: aumentar a despesa pública e os impostos!…

  3. Não se trata de “praxeologia” ou de outros ramos das ciências ocultas (dos quais eu nunca fui praticante).

    O que está em causa são aquelas artes praticadas nos Gabinetes de Estética. Ou, nas palavras de um assessor/esteticista, ‘maquilhagem’.

  4. “Não se trata de “praxeologia” ou de outros ramos das ciências ocultas (dos quais eu nunca fui praticante).”

    Convém ter cuidado ao falar assim de “ciências ocultas”. Há leitores influenciáveis que podem acreditar e já não seria o primeiro caso em que isso gerava distúrbios comportamentais e provavelmente até pesadelos.

  5. “Não sei como se pode esperar uma queda de só 2%. Para mim será mais perto dos 5%.”

    Já não digo nada. No últimos tempos as previsões mais pessimistas têm demonstrado ser as mais acertadas.

  6. lucklucky

    Note-se que o número acima referido para a Alemanha é trimestral não anualisado, o que significa que teremos uma queda da ordem dos 10% se se prolongar por 4 trimestres. Esperemos que não embora como país exportador a Alemanha seja um dos países onde a crise mais baterá á porta.

  7. lucklucky

    Peço desculpa como a economia de trimestre a trimeste iria diminuindo o decréscimo de 2,1% ao trimestre seria mais próximo de 6-7% anual.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.